Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/3057
Title: Estudo geotécnico do uso de lodo de esgoto higienizado em camadas de cobertura de aterros sanitários
Other Titles: Geotechnical study of the use of sanitzed sewage sludge in cover layers of sanitary landfills
Authors: Paulino, Rafael
Keywords: Lodo de esgoto;Aterro Sanitário;Camadas de cobertura
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PAULINO, R.M. Estudo geotécnico do uso de lodo de esgoto higienizado em camadas de cobertura de aterros sanitários. 2016. 15f. Trabalho de conclusão do curso de Engenharia Civil - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.
Portuguese Abstract: Com a atual tendência de reaproveitamento e reciclagem de resíduos, a reutilização do lodo se tornou uma necessidade ambiental, social e econômica. Uma possível destinação seria a utilização do lodo em camadas de cobertura de aterros sanitários. Este trabalho teve como objetivo investigar se a utilização de lodo de esgoto higienizado em camadas de cobertura de aterros sanitários, tal como é feita em outros países, se mostra geotecnicamente viável para a realidade natalense. Porém, é necessário que o material a ser utilizado nestas camadas apresente certas propriedades geotécnicas para garantir seu funcionamento. O lodo de esgoto da ETE da UFRN foi higienizado com adição em massa seca de 25% de cal hidratada e mantido em estufa agrícola por 90 dias para total estabilização. Procedeu-se então a avaliação geotécnica do solo coletado na própria jazida do aterro sanitário local, do lodo puro e de três misturas entre estes materiais. Determinou-se que, de maneira geral, quanto maior a porcentagem de lodo na mistura, menores os parâmetros de resistência, tornando a mistura mais permeável e leve. Chegou-se à conclusão que a mistura de 10% de lodo e 90% apresentou características geotécnicas que permitem sua utilização em camadas diárias e intermediárias. O lodo puro e a mistura de 50% lodo e 50% solo apresentou propriedades geotécnicas adequadas para sua utilização como constituinte da subcamada drenante de camada final.
Abstract: Giving the current trend of recycling and reutilization residues, sludge reuse has become an environmental, social and economic necessity. A possible destination would be the utilization of sludge as cover layer in sanitary landfills. This paper aimed at investigating whether the utilization of sewage sludge, as it’s done in other countries, is geotechnically viable to Natal’s reality. However, it is necessary that the materials used on those layers show some geotechnical properties to ensure its good operation. The sewage sludge of the UFRN’s WWTP was sanitized with the addition of 25% in dry mass of hydrated lime and held for 90 days in an agricultural greenhouse for its total stabilization. Then, geotechnical tests and analysis were done in the soil from the local sanitary landfill field, in the sludge itself and in three mixes between those materials. Results showed that, generally, the greater the sludge percentage in the mix, the smaller the resistance parameters, making the mixes lighter and more permeable. At the end, the conclusions were that the 10% sludge and 90% soil mix has shown geotechnical characteristics that allow its utilization in daily and intermediate cover layers. The sludge and the 50% sludge and 50% soil mix have shown geotechnical properties adequate for their utilization as component in draining sublayer in final cover layer.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/3057
Other Identifiers: 2012937875
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
estudo-geotecnico-lodo-Paulino-Monografia.pdfTCC - 2016.2868,2 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons