Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2959
Title: Perfil metabólico e consumo alimentar e dietético de pacientes com doença arterial coronariana
Authors: Souza, Angélica Luiza de Sales
Keywords: Doença das Coronárias. Gorduras na dieta. Dieta.;Coronary disease. Fats in the diet. Diet.
Issue Date: 26-Sep-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SOUZA, Angélica Luiza de Sales. Perfil metabólico e consumo dietético de pacientes com Doença Arterial Coronariana. 2016. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição), Departamento de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Fundamento: A Doença Arterial Coronariana tem alta prevalência na população e pode ser influenciada sobretudo por fatores modificáveis como dieta e hábitos de vida (etilismo, tabagismo e sedentarismo). Objetivo: Avaliar o perfil lipídico e o consumo dietético de pacientes com Doença Arterial Coronariana (DAC). Métodos: Estudo observacional desenvolvido com pacientes de ambos os sexos, e idade entre 30 a 74 anos, submetidos à cinecoronariografia e diagnosticados com DAC. Coletou-se dados biodemográficos, clínicos, estilo de vida, bioquímicos e dietéticos. O grau de lesão cardiovascular foi obtido pelo Escore de Friesinger, por meio de avaliação do laudo da cinecoronariografia. Resultados: A amostra final foi de 35 pacientes com idade média de 58(9,52) anos, predominando o sexo masculino (38,09%), brancos (57,14%), não-tabagistas (62,85%), não etilistas (57,14%) e sedentários (62,85%), além disso, a maior parte dos pacientes apresentavam Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) (82,85%). A população estudada apresentou valores médios de glicemia de jejum, triglicerídeos, HDL-c e LDL-c de 124,85 (59,24) mg/dL, 166,79 (83,95), 38,00 (12,97) mg/dL e 108,96 (44,68) mg/dL, respectivamente A partir da classificação pelo Escore de Friesinger, observou-se que 37,14% dos pacientes apresentavam lesão intermediária, com maior percentual (42,85%) no sexo feminino. Quanto ao consumo dietético, identificou-se um consumo de calorias, macronutrientes e fibra abaixo do recomendado. Conclusão: A população estudada apresentou uma alta frequência de lesão característica da DAC, principalmente no sexo feminino. Além disso, os principais fatores de risco identificados foram sedentarismo, HAS, hiperglicemia, dislipidemias e baixo consumo de macro e micronutrientes. Palavras-chave: Doença das Coronárias. Gorduras na dieta. Dieta.
Abstract: Fundamento: A Doença Arterial Coronariana tem alta prevalência na população e pode ser influenciada sobretudo por fatores modificáveis como dieta e hábitos de vida (etilismo, tabagismo e sedentarismo). Objetivo: Avaliar o perfil lipídico e o consumo dietético de pacientes com Doença Arterial Coronariana (DAC). Métodos: Estudo observacional desenvolvido com pacientes de ambos os sexos, e idade entre 30 a 74 anos, submetidos à cinecoronariografia e diagnosticados com DAC. Coletou-se dados biodemográficos, clínicos, estilo de vida, bioquímicos e dietéticos. O grau de lesão cardiovascular foi obtido pelo Escore de Friesinger, por meio de avaliação do laudo da cinecoronariografia. Resultados: A amostra final foi de 35 pacientes com idade média de 58(9,52) anos, predominando o sexo masculino (38,09%), brancos (57,14%), não-tabagistas (62,85%), não etilistas (57,14%) e sedentários (62,85%), além disso, a maior parte dos pacientes apresentavam Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) (82,85%). A população estudada apresentou valores médios de glicemia de jejum, triglicerídeos, HDL-c e LDL-c de 124,85 (59,24) mg/dL, 166,79 (83,95), 38,00 (12,97) mg/dL e 108,96 (44,68) mg/dL, respectivamente A partir da classificação pelo Escore de Friesinger, observou-se que 37,14% dos pacientes apresentavam lesão intermediária, com maior percentual (42,85%) no sexo feminino. Quanto ao consumo dietético, identificou-se um consumo de calorias, macronutrientes e fibra abaixo do recomendado. Conclusão: A população estudada apresentou uma alta frequência de lesão característica da DAC, principalmente no sexo feminino. Além disso, os principais fatores de risco identificados foram sedentarismo, HAS, hiperglicemia, dislipidemias e baixo consumo de macro e micronutrientes. Palavras-chave: Doença das Coronárias. Gorduras na dieta. Dieta.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2959
Other Identifiers: 2012955087
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Perfilmetabólicoconsumo_2016_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo540,83 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons