Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2774
Title: A importância do brincar na Educação Infantil
Authors: Silva, Maria das Graças da
Keywords: Brincar;Educação Infantil;Planejamento pedagógico
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Maria das Graças da. A importância do brincar na Educação Infantil. 2016. 21f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia a Distância), Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O brincar configura-se como uma das principais características da infância e é fundamental para o desenvolvimento da criança em todos os seus aspectos, seja físico, cognitivo, emocional, psicoafetivo ou social. Por meio do brincar, a criança consegue ter consciência de si, dos outros, do mundo e das relações existentes entre estes, representando, na brincadeira, a maneira como enxerga sua cultura, sua realidade e o meio no qual está inserida. Diante disso, este trabalho tem como objetivo identificar e analisar a importância das brincadeiras e do lúdico no desenvolvimento cognitivo, social e da aprendizagem da criança, no contexto da Educação Infantil. Para tanto, foi realizada uma revisão não sistemática da literatura, pautada numa pesquisa bibliográfica e exploratória acerca da temática em questão. Nesse sentido, percebeu-se que o brincar não deve ser visto apenas como um momento de diversão, mas deve ser concebido como uma ferramenta basilar para a educação, principalmente na Educação Infantil, visto que, por meio dele, a criança encontra recursos para desenvolver sua atenção, concentração, criatividade, autonomia, linguagem, pensamento, raciocínio lógico, entre outros processos psicológicos. Além disso, por meio do brincar, a criança tem sua psicomotricidade desenvolvida, o que auxilia na compreensão de aspectos como consciência corporal, lateralidade e orientação no tempo/espaço, também fundamentais para o processo de ensino e aprendizagem. É válido destacar que as brincadeiras de hoje não são as mesmas de outrora e que a tecnologia tem influenciado cada vez mais as crianças na escolha por brincadeiras e jogos que envolvem aparelhos como celulares, tablets ou computadores, por exemplo. Isso vem aumentando de proporção com o passar dos anos, substituindo brincadeiras que envolviam movimento, criatividade, imaginação por algumas atividades que eximem as crianças de tais benefícios. Nesse sentido, é preciso que os professores da Educação Infantil assumam um papel crítico reflexivo frente a essas questões, impedindo que o brincar seja substituído, no cenário escolar, por tais brincadeiras que envolvem o uso não planejado de tecnologias, ou mesmo pela realização exclusiva de atividades em sala, almejando melhores rendimentos unicamente cognitivos. Logo, é preciso que estes profissionais enfatizem a importância crucial do brincar para o desenvolvimento infantil e estimulem atividades voltadas ao lúdico, por meio de jogos e brincadeiras, promovendo o aprendizado e a socialização da criança. Para tanto, os professores devem levar em consideração o nível de desenvolvimento de cada criança, estimulando suas capacidades, habilidades e potencialidades, além de respeitar suas necessidades e sua singularidade. Por fim, esta pesquisa almejou trazer algumas contribuições acerca da brincadeira na Educação Infantil e de que modo esta vem sendo ressignificada na atualidade.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2774
Other Identifiers: 2012032646
Appears in Collections:Pedagogia (A distância)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AImportânciaBrincarEducaçãoInfantil_Artigo_2016.pdf328,19 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.