Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2711
Title: Estudo eletroquímico de um derivado de oxazinoquinoxalina como inibidor de corrosão em aço carbono AISI 1018 em meio salino
Authors: Pereira, Joherbson Deivid dos Santos
Keywords: Oxazinoquinoxalina.;Aço carbono.;Resistência à polarização linear (RPL).;Inibição à corrosão.;Corrosion inhibition.;Oxazinequinoxaline.;Mild steel.;Linear Polarization Resistance (LPR).
Issue Date: 20-Jun-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PEREIRA, Joherbson Deivid dos Santos. Estudo eletroquímico de um derivado de oxazinoquinoxalina como inibidor de corrosão em aço carbono AISI 1018 em meio salino. 2016. 30f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Instituto de Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal - RN, 2016.
Portuguese Abstract: A corrosão é um dos principais problemas que acomete o setor industrial, o aço carbono constitui o material de maior aplicação industrial, com destaque para o processamento de petróleo. As maiores fontes de petróleo estão localizadas em mares e oceanos, e a corrosão de metal ocorre pela ação de ambiente salino. Alguns derivados de quinoxalina são relatados na literatura como sendo agentes eficazes na inibição à corrosão. No presente trabalho avaliou-se a capacidade inibidora do composto N-(2-hidroxietil)-2,3-diidro-[1,4]-oxazinoquinoxalina (OAQX) objetivando proteção à corrosão do aço carbono AISI 1018, em meio salino (NaCl 3,5%, 35.000 ppm). Os estudos de resistência à polarização linear (RPL) mostraram eficiências de inibição variando entre 55,30% a 89,10% em baixas concentrações (6,0 ppm - 100,0 ppm) de OAQX solubilizada em DMSO e diluída em solução de NaCl 3,5%. Para determinação dos parâmetros de adsorção, foram analisados parâmetros das isotermas de Langmuir, Temkin e Frumkin. O derivado de quinoxalina, o oxazinoquinoxalina, consistiu no primeiro composto desta classe, avaliado como um inibidor de corrosão, no qual difere de outros compostos heterocíclicos aplicados como anticorrosivos, devido a sua solubilização em meios aquosos neutros, que favorece os estudos de suas interações entre metal-ligante.
Abstract: Corrosion is a major problem affecting the industrial sector, carbon steel is the material most used for industrial applications, especially for the oil processing. The largest sources of oil are located in seas and oceans, and the metal corrosion occurs by the saline environment action. Some quinoxaline derivatives are reported in the literature as being effective agents in inhibiting corrosion. In this present study we evaluated the inhibitory capacity of the heterocyclic compound N-(2-hydroxyethyl)-2,3-dihydro[1,4]-oxazinoquinoxalina (OAQX) aiming at to protect the carbon steel corrosion AISI 1018, in saline medium (3.5% NaCl, 35,000 ppm). Studies of Linear Polarization Resistance (LPR) showed inhibition efficiencies ranging from 55.30% to 89.10% in low concentrations (6.0 ppm to 100.0 ppm), in which OAQX was solubilized in DMSO and diluted in 3.5% NaCl solution. Langmuir, Temkin and Frumkin isotherms were analyzed for determination of adsorption parameters. The derivative quinoxaline the oxazinoquinoxalina consisted of the first compound of this class, reported as a corrosion inhibitor, which differs from other heterocyclic compounds applied as anticorrosion due to its solubilization in neutral aqueous media which promotes the study of its interactions between metal-ligand.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2711
Other Identifiers: 2011028390
Appears in Collections:Química (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstudoEletroquimico_Pereira_2016.pdfMonografia836,37 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.