Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2567
Title: A religião candomblé como forma de resistência a cultura afro-brasileira
Authors: Silva, Marineide da
Keywords: Escravo;Resistência;Religião
Issue Date: 7-Jun-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Portuguese Abstract: Este trabalho aborda uma reflexão sobre a religião do candomblé como forma de resistência dos negros africanos nas terras brasileiras. Desta maneira, procura-se apresentar em uma abordagem clara e objetiva como os africanos se firmaram nessas terras e praticavam seus cultos religiosos. Vimos que a ideia de negro passivo que sofria sem nenhum tipo de revide ou estão vistos apenas como um “ser” que nunca saiu da condição de “peça” produtiva, mas um ser com todas as suas adversidades que lhe foram impostas, tentou criar espaços próprios para amar, construir família, criar filhos, brincar, folgar, cultuar deuses africanos e os que passaram a cultuar no novo mundo ou mesmo as transformações para haver aceitação. Mediante observação nas escolas do município de Acari identificava que nos livros escolares sempre usavam o personagem africano como submisso ao homem branco e quase não se falava que o negro sempre resistiu e se impôs com suas lutas. A metodologia utilizada foi a qualitativa onde os dados coletados de artigos científicos, livros, internet e a observação foram fundamentais para análise do problema. O método empregado foi o indutivo, pois considerei o conhecimento empírico e coloquei para contestação com as fontes pesquisadas e analisadas. Os objetivos desse trabalho são: Descrever conceitos relevantes acerca de diversos tipos de resistência estabelecida pelos povos negros que ocupavam a condição de escravizados no Brasil; enfocando a religião como estratégia para aproximar suas divindades e reelaborar seus mitos, ritos e sistemas religiosos. Ainda apresentar as características dos cultos afro-brasileiros, especialmente da Umbanda e Candomblé, assim como, contribuir para a revisão de certas posturas e preconceitos correntes em diferentes setores da sociedade brasileira. Além disso, procurou-se discutir as diversas formas de resistir às condições de trabalho e do regime escravista. Com esse trabalho, conseguiu-se atender as expectativas e às respostas aos questionamentos propostos nos objetivos.
Abstract: This paper presents a reflection on the Candomblé religion as a form of resistance of black Africans in Brazilian lands. In this way, seeks to present in a clear and objective approach as Africans firmed these lands and practiced their religious services. We have seen that the idea of passive black suffering without any retaliation or are seen only as a "being" who never left the condition of "play" productive, but a being with all its hardships imposed on him, tried to create spaces own to love, build families, parenting, play, play, worship African gods and those who come to worship in the new world or even the changes to be accepted. By observing the Acari local schools identified that in textbooks always used the African character as submissive to the white man and barely spoke the black always resisted and prevailed with their struggles. The methodology was qualitative where the data collected from scientific articles, books, internet and observation were essential for problem analysis. The method used was the inductive, as considered empirical knowledge and put it to challenge the sources researched and analyzed. The objectives of this study are: describe relevant concepts about various types of resistance established by black people who occupied the enslaved condition in Brazil; focusing on religion as a strategy to bring their deities and redraft its myths, rites and religious systems. Still has the characteristics of african-Brazilian cults, especially Umbanda and Candomblé, as well as contribut to the review of certain current attitudes and prejudices in different tor of Brazilian society. Furthermor, we tried to discuss the various ways to resist the working conditions and the slave regime. With this work, it was achieved to meet the expectations and responses to the questions proposed in the objectives.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2567
Other Identifiers: 2014223360
Appears in Collections:CERES - Especialização em História e Cultura Africana e Afro-brasileira

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO MARINEIDE.pdfArtigo principal274,29 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons