Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2564
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCarvalho, Letícia dos Santos-
dc.contributor.authorCosta, Romário josé da Silva-
dc.date.accessioned2016-07-20T20:11:41Z-
dc.date.available2016-07-20T20:11:41Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier2012050617pr_BR
dc.identifier.citationCOSTA, Romário José da Silva. A organização dos espaços-ambiente das instituições de educação infantil: influências no desenvolvimento e aprendizagem da criança. 2016. 119f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia a Distância), Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2564-
dc.description.abstractThe school is mainly an area of cognitive development and a support in the construction of the interpersonal relationships of the child. Starting from this principle, this study is to describe the importance of Physical Spaces/ teaching ambience of Early Childhood Education, which presents a discussion on the influence of the organization of these elements in the development of the child from 0 to 6 years. For the theoretical basis sought reasons in several authors, including Horn (2004), Zabalza (1998), Brasil (1998, 2006), Frago (2001), Cavaleire (2009), Ribeiro (2010), Buitoni (2009), Lima (1983), among other. The dialogue about the importance of organization of spaces-ambience and its influence on the development of learning in the child takes into account that they must be prepared to carry out activities of developers learning in children, as well as the sociability and autonomy that are established in the locus. Study spaces/school ambience means understanding them as partners of the teacher in the teaching-learning process, moreover the physical, motor, cognitive, psychosocial and ensuring the welfare and security of the child. The research was developed in three schools of Early Childhood Education, distributed in some districts and in Cohab, neighborhood of the city of Macau/RN, through the qualitative research with the design of the case study. As results obtained in the study were shown the relationships between the physical space, educating and educator on dimension of affection, their interactions among peers, incorporation of organization of spaces in the program, the role of the educator in the spaces provided for the child and the quality of buildings of early childhood education in Macau/RN. The results constitute primordial elements in the formation of the child, to signal the need to exist a harmony between the child, the physical / space ambience and educational activities developed in this context.pr_BR
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.rights.uriAn error occurred getting the license - uri.*
dc.subjectOrganização de espaços-ambientepr_BR
dc.subjectEstrutura físicapr_BR
dc.subjectEducação Infantilpr_BR
dc.subjectRelação espaço-aprendizagempr_BR
dc.titleA organização dos espaços-ambiente das instituições de educação infantil: influências no desenvolvimento e aprendizagem da criançapr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.referees1Carvalho, Letícia dos Santos-
dc.contributor.referees2Lima, Bruno de Oliveira-
dc.description.resumoA escola é, sobretudo, um espaço de desenvolvimento cognitivo e um alicerce na construção das relações interpessoais da criança. Partindo desse princípio, este estudo consiste em descrever a importância dos Espaços Físicos/Ambiente de Ensino da Educação Infantil, o qual apresenta uma discussão sobre a influência da organização destes elementos no desenvolvimento da criança de 0 a 6 anos. Para o embasamento teórico buscou-se fundamentação em diversos autores, dos quais destacam-se Horn (2004), Zabalza (1998), Brasil (1998, 2006), Frago (2001), Cavaleire (2009), Ribeiro (2010), Buitoni (2009), Lima (1983), dentre outros. O diálogo a respeito da importância da organização dos espaços-ambientes e sua influência no desenvolvimento da aprendizagem na criança leva em consideração que os mesmos devem ser preparados para realização de atividades lúdicas desenvolvedoras do aprendizado na criança, bem como o convívio e a autonomia que são estabelecidas no lócus. Estudar os espaços/ambientes escolares significa compreendê-los como parceiros do professor no processo de ensino-aprendizagem, outrossim no desenvolvimento físico, motor, cognitivo, psicossocial e que garanta o bem-estar e segurança da criança. A pesquisa foi desenvolvida em três escolas de Educação Infantil, distribuídas em alguns distritos e no bairro Cohab, na cidade de Macau/RN, através da pesquisa qualitativa com o desenho do estudo de caso. Como resultados obtidos no estudo, foram evidenciadas as relações entre o espaço físico, educando e educador na dimensão da afetividade, suas interações entre os pares, incorporação da organização dos espaços nos currículos, o papel do educador nos espaços oferecidos para a criança e a qualidade das edificações de Educação Infantil em Macau/RN. Os resultados configuram-se se em elementos primordiais na formação da criança, ao sinalizarem a necessidade de se existir uma harmonia entre a criança, o espaço físico/ambiente e as atividades pedagógicas desenvolvidas nesse contexto.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentPedagogia EADpr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.subject.cnpqEducaçãopr_BR
dc.contributor.referees3Aquino, Fernanda Mayara Sales de-
Appears in Collections:Pedagogia (A distância)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A organização dos espaços-ambiente_ monografia_2016.pdf3.75 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.