Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2468
Title: Monitoramento da carga de interna de treinamento de futebolistas da categoria sub 18
Authors: Amorim, Alison Alves de
Keywords: Esporte;Treinamento esportivo;Tolerancia ao estresse;Carga de treino
Issue Date: 13-Jun-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: AMORIM, Alison Alves de. Monitoramento da carga interna de treinamento de futebolistas da categoria sub 18. 2016. 35f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) – Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O estudo aborda o futebol como esporte intermitente com ações acíclicas imprevisíveis, 30 a 40 Sprints, mais de 700 giros e 30 a 40 desarmes e saltos, desacelerações, breques, chutes, dribles, alta tensão física e demanda fisiológica. Durante um jogo é possível aprimorar as capacidades físicas dos atletas no processo de treinamento em uma sistematização de curto, médio e longo prazo, induzindo alterações nas habilidades específicas e de caráter morfofuncional dos atletas. O objetivo principal do trabalho foi monitorar a carga de treino interna semanal em atletas voluntários da categoria de base durante o campeonato estadual da categoria. E também monitorar a percepção subjetiva de esforço e a tolerância ao estresse. A amostra consistiu em uma população de dezenove atletas da categoria “Sub 18” com mínimo de quatro anos de treinamentos. Os procedimentos do estudo foram: a caracterização do grupo em medidas antropométricas (Peso e estatura), idade e VO2. Na determinação da carga interna o método PSE por Foster. Para a tolerância ao estresse utilizou questionário DALDA. Apresenta Estatística Descritiva com média e desvio padrão para variáveis; o teste de Shapiro-Wil, e utilizou ANOVA de Friedman e do post hoc de Dunn’s, e correlações de Sperman. Como resultados: não houve variação dos valores médios das CIT no período delimitado; na tolerância ao estresse não se percebeu modificações no questionário DALDA. Na discussão se ressaltou sensibilidade do questionário DALDA a ocorrência de sinais e sintomas de estresse. Da média da carga de treino semanal observaram-se diferenças significativas da primeira semana comparando com as demais. Já o somatório da carga de treino semanal que não apresentou variação significativa. Da Tolerância ao Estresse o questionário DALDA não foi observado relações entre a tolerância ao estresse, carga de treino e somatório de carga de treino, e sem modificações às respostas “pior que o normal”. Com relação aos sinais de sintoma e estresse não foi possível observar variações significativas. Concluiu-se que a PSE-sessão mostrou ser de baixo custo e fácil aplicabilidade para esta investigação acadêmica.
Abstract: The study discusses football as intermittent sport with unpredictable acyclic actions, 30 to 40 sprints over 700 turns and 30 to 40 tackles and jumps, decelerations, brakes, kicking, dribbling, high physical stress and physiological demand. During a game you can improve the physical abilities of athletes in the training process in a systematization of short, medium and long term, inducing changes in specific skills and character Morphological athletes. The main objective was to monitor the weekly internal training load in athlete’s volunteer base category during the state championship in the category. And also: monitor: the subjective perception of effort and stress tolerance. The sample consisted of a population of nineteen athlete’s category "Sub 18" minimum of four years of training. Study procedures were: characterization of the group in anthropometric measurements (weight and height), age and VO2. In determining the internal load method PSE by Foster. To stress tolerance questionnaire used DALDA. It presents descriptive statistics with mean and standard deviation for variables; The Shapiro-Wil test, and used ANOVA Friedman and Dunn's post hoc, and correlations of Spearman. As a result: there was no change in the average values of the CIT the defined period; tolerance to stress not noticed changes in DALDA questionnaire. In the discussion it was emphasized sensitivity to occurrence of overreaching. The average weekly training load was observed significant differences in the first week compared to the others. But the sum of the weekly training load that did not change significantly. Tolerance to stress the DALDA questionnaire were observed relationship between stress tolerance, training load and training load summation, and no modifications to the answers "worse than normal." Regarding the symptom signs of stress and was not observed significant changes. It was concluded that the PSE proved to be low cost and easy to apply for this academic research.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2468
Other Identifiers: 2012935692
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monitoramentocargainterna_2016_Trabalho de Conclusão de CursoTexto completo646.25 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.