Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2406
Title: Prevalência de Insegurança Alimentar, fatores demográficos e socioeconômicos entre idosos usuários de Restaurantes Populares
Authors: Ribeiro, Amoysa Araújo
Keywords: idosos;segurança alimentar;políticas públicas;elderly;food security;public policies
Issue Date: 8-Jun-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: RIBEIRO, Amoysa Araújo. Prevalência de Insegurança Alimentar, fatores demográficos e socioeconômicos entre idosos usuários de Restaurantes Populares. 2016. 25p. Monografia (Graduação em Nutrição) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Santa Cruz, 2016.
Portuguese Abstract: Objetivo: O estudo objetivou identificar a existência de Insegurança Alimentar (IA) e avaliar a associação dessa com fatores demográficos e socioeconômicos em idosos usuários de Restaurantes Populares de dois municípios do Rio Grande do Norte. Métodos: Caracteriza-se por um estudo de delineamento transversal, descritivo e quantitativo. Realizado com 122 idosos, de ambos os sexos, usuários de Restaurantes Populares dos Municípios de Currais Novos e Santa Cruz, Rio Grande do Norte. Estes responderam um questionário estruturado abordando características demográficas e socioeconômicas, e aplicação da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA). Resultados: A maioria dos idosos era do sexo masculino, com faixa etária entre 60 a 75 anos, renda mensal maior que um salário mínimo e recebiam o auxilio governamental de aposentadoria. Houve uma incidência da condição de Insegurança Alimentar (IA) em 36,1% da amostra, e está foi associada com o estado civil, dos idosos, a renda mensal e o número de residentes nas moradias (p=0,03; 0,00; 0,01, respectivamente). Conclusão: Observou-se que um terço dos idosos apresentou uma situação de IA instalada, o que pode comprometer a qualidade de vida dos mesmos. Destaca-se que apesar do índice de IA ter diminuído, no Brasil, algumas populações e grupos de risco ainda estão propensos a esta condição, como visto neste estudo, por isso é importante políticas públicas, que retirem ou previnam esta situação.
Abstract: Objective: This study aimed to identify the existence of Food Insecurity and evaluate its association with demographic and socioeconomic factors in elderly users of low-budget restaurants in two municipalities of Rio Grande do Norte. Methods: A cross-sectional, descriptive and quantitative study design, conducted with 122 elderly people, both male and female, users of low-budget restaurants in the municipalities of Currais Novos and Santa Cruz, Rio Grande do Norte. The participants answered a structured questionnaire addressing demographic and socioeconomic characteristics and the Brazilian Food Insecurity Scale (EBIA) was applied. Results: Most elderly were male, aging from 60 to 75 years old, had a mostly income higher than one minimum wage and received government assistant retirement. There was an incidence of Food Insecurity condition in 36.1% of the sample and it was associated with their marital status, monthly income and number of residents at their homes (p=0.03; 0.00; 0.01, respectively). Conclusion: It was observed that one third of the elderly presented in Food Insecurity situation, which may compromise their quality of life. It is notable that, although the Food Insecurit yindex has decreased in Brazil, some populations and risk groups are still likely to this condition, as showed in this study. Therefore, it is important to have public policies to remove or prevent this situation.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2406
Other Identifiers: 2012963991
metadata.dc.description.embargo: 2019-06-18
Appears in Collections:Nutrição



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.