Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2383
Title: Nas artérias da educação, sangue ainda tem cor: reflexões sobre o preconceito racial na Escola Estadual Dr. José Gonçalves de Medeiros no ano de 2016
Authors: Limeira, Eliene Roberto
Keywords: Preconceito Racial;Sociedade;História;Educação
Issue Date: 21-May-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIMEIRA, Eliene Roberto. Nas artérias da educação, sangue ainda tem cor: reflexões sobre o preconceito racial na Escola Estadual Dr. José Gonçalves de Medeiros no ano de 2016. 2016.15f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em História e Cultura Africana e Afro-brasileira), Departamento de História do CERES, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, 2016.
Portuguese Abstract: Em uma proposta de vislumbrar no interior da escola as questões raciais historicamente constituídas na sociedade, surge o tema deste artigo: Nas Artérias da Educação, Sangue ainda tem cor: Reflexões sobre o Preconceito Racial na Escola Estadual Dr. José Gonçalves de Medeiros no Ano de 2016. Para tanto, se faz necessário entender os preâmbulos que se dão em todos os espaços sociais em que o preconceito se apresenta de forma discriminatória. Dessa forma, foi utilizada uma pesquisa bibliográfica apontando a realidade histórica de uma sociedade que convive com a segregação na qual a cor pele é determinante para estar sendo excluído desta, como também, foi utilizada como objeto de pesquisa a Escola Estadual Dr. José Gonçalves de Medeiros, localizada na cidade de Acari – RN empregando entrevistas que ofertaram instrumentos para uma reflexão sobre o preconceito racial dentro e fora dos muros da escola. Elementos que possibilitaram uma análise sobre o preconceito racial na instituição escolar que deve ser de enriquecimento cultural e social; transformadora de uma realidade na qual o preconceito não venha atingir crianças e jovens; que ensine no dia a dia, que sua cor não lhe faz ser diferente ou inferior.
Abstract: In a proposal for a glimpse inside the school racial issues historically constituted in society, the subject of this article appears: In Arteries of Education, Blood still has color: Reflections on Racial Prejudice in the State School Dr. José Gonçalves de Medeiros in Year 2016. Therefore, it is necessary to understand the preambles that occur in all social spaces in which prejudice is presented in a discriminatory manner. Thus, we used a bibliographical research pointing the historical reality of a society that coexists with the segregation in which skin color is crucial to being excluded from this, but also was used as a research subject to State School Dr. José Gonçalves Medeiros, located in Acari - RN using interviews have offered tools for an analysis of racial prejudice within and outside the school walls. Elements that made possible an analysis of racial prejudice in schools should be of cultural and social enrichment; transforming a reality in which prejudice will not reach children and youth; to teach on a daily basis, its color does not make you be different or inferior.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2383
Other Identifiers: 2014223010
Appears in Collections:CERES - Especialização em História e Cultura Africana e Afro-brasileira

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eliene-Acari (1).pdfArtigo principal492,25 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons