Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2357
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMasset, Kalina Veruska da Silva Bezerra-
dc.contributor.authorCarvalho, Alex Marinho de-
dc.date.accessioned2016-06-20T13:47:12Z-
dc.date.available2016-06-20T13:47:12Z-
dc.date.issued2016-06-17-
dc.identifier2010060725pr_BR
dc.identifier.citationCARVALHO, Alex Bruno Marinho de. Nível de atividade física, capacidade cardiorrespiratória e estilo de vida em estudantes universitários. 2016. 28f. Trabalho apresentado ao Curso (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2357-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectCapacidade cardiorrespiratóriapr_BR
dc.subjectNível de atividade físicapr_BR
dc.subjectEstilo de vidapr_BR
dc.titleNível de atividade física, capacidade cardiorrespiratória e estilo de vida em estudantes universitários.pr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.description.resumoOs universitários constituem um dos públicos com maior mudança no estilo de vida concernente os hábitos alimentares, comportamento preventivo, relações sociais, controle do estresse e nível de atividade física (AF). Para tanto, o objetivo do presente trabalho foi correlacionar o tempo de AF semanal e a capacidade cardiorrespiratória de estudantes universitários, comparando as dimensões do estilo de vida e do nível de AF entre homens e mulheres. A amostra foi composta por 124 universitários (18 a 42 anos) de diversos cursos da UFRN e UNP. Foram aplicados os questionários IPAQ para mensurar o nível de atividade física e PEVI para o estilo de vida, além do teste de corrida/caminhada de 12 minutos. Foram utilizados a correlação de Spearman e o teste de comparação de Mann-Whitney. Nos resultados, houve correlação moderada (r = 0,69; p = 0,05) entre a capacidade aeróbia e o tempo de atividade física em minutos, com 68,3% da amostra apresentando a condição cardiorrespiratória ruim, embora as mulheres mais jovens tenham obtido melhor classificação. Foram considerados sedentários 66 7% dos homens e 33,3% das mulheres, enquanto que na amostra geral a classificação saudável foi discretamente mais elevada (56,55%). Não houve nenhuma diferença significativa dos parâmetros comparados. . Apesar de 93,54% da amostra ter sido classificada como saudável quanto ao estilo de vida, os componentes da AF e nutrição obtiveram escores baixos, podendo comprometer futuramente o estado de saúde geral.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentEducação Física - Bachareladopr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nívelatividadefísica_2016_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo437.5 kBMicrosoft WordView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.