Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2277
Title: Remoção de cobre em efluente sintético por adsorção
Authors: Lopes, Raniedja Priscila Ferreira
Keywords: Remoção de metais;Metal removal;Adsorção;Adsorption;Carvão ativado;Activated charcoal;Cinética;Kinetics;Isoterma;Isotherm
Issue Date: 30-May-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LOPES, Raniedja Priscila Ferreira. Remoção de cobre em efluente sintético por adsorção. 2016. 48f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química), Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Os metais descartados no meio ambiente podem gerar sérios problemas a saúde humana e ao meio ambiente em geral. Esses metais são bastante usados nas indústrias de processos químicos, por isso faz-se necessário que haja um tratamento adequado para que se consiga retirar esses metais pesados de efluentes onde são descartados esses resíduos contendo metais, tais como Cádmio, Cobre, Chumbo, Níquel, Zinco dentre outros. Existem vários métodos de tratamento de efluentes, mas alguns apresentam alto custo e baixa eficiência. A adsorção vem se mostrando bastante eficaz em remoção de íons metálicos. Como o objetivo desse trabalho foi verificar a capacidade de remoção do metal Cobre por adsorção, utilizando o carvão ativado como adsorvente, serão apresentados estudos feitos para avaliar essa capacidade de adsorção do adsorvente em questão, que foi produzido a parir do lodo da Estação de Tratamento de Efluentes da UFRN. Essa remoção foi feita em uma água produzida sintética contendo cobre. Foi realizada a produção de carvão e sua ativação foi com o ativante KOH. Para a verificação do equilíbrio foi feito um estudo cinético a 27º C, em agitação de 150 rpm, aplicando os modelos de pseudo-primeira ordem e pseudo-segunda ordem. O modelo que mais se ajustou a esse estudo foi o de pseudo-segunda ordem, apresentando um melhor coeficiente de correlação (R2 = 0,9999). Já para a verificação da capacidade de adsorção, foram realizados estudos no equilíbrio através da aplicação dos modelos das isotermas de adsorção. O modelo de Freundlich foi o que apresentou melhor resultado (R2 = 0,9982). O estudo mostrou que o carvão ativado teve uma eficiência de remoção de aproximadamente 90% deixando uma concentração de 5 mg de Cobre por Litro de água. Dessa forma pode-se observar que o nosso adsorvente conseguiu apresentar bons resultados na remoção do metal Cobre, mas ainda não chegou ao esperado, que é de 1 mg/L, isso pode ser acometido a não realização do estudo da variação do pH, que influencia diretamente na eficiência de remoção. Mas conclui-se que para o estudo feito os resultados foram satisfatórios, tendo em vista a grande quantidade de Cobre removida.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2277
Other Identifiers: 2011080003
Appears in Collections:Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Remocaodecobre_Monografia Trabalho de Conclusão de Curso1,17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.