Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2265
Title: Escravidão e Liberdade em Jardim do Seridó (1872-1888)
Authors: Paiva, Liz Coutinho e
Keywords: Escravidão;Liberdade;Processos de liberdade
Issue Date: 11-May-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PAIVA, Liz Coutinho e. Escravidão e Liberdade em Jardim do Seridó (1872-1888). 2016. 23f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em História e Cultura Africana e Afro-brasileira). Departamento de História do CERES - Campus de Caicó, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Caicó, 2016.
Portuguese Abstract: A história da escravidão no Seridó ainda não é muito conhecida, devido aos poucos trabalhos acadêmicos e sua divulgação. Tentando colaborar com a visibilidade urgente dessa temática, o presente estudo tem como objetivo, perceber a dinâmica da escravidão e a busca pela liberdade na Cidade do Jardim, (atualmente, Jardim do Seridó), no período entre 1872 a 1888. O eixo norteador é a análise das práticas da libertação dos escravos por eles mesmos e por outrem. Desse modo, buscaremos compreender a dinâmica social dos processos de libertação no final do século XIX na Cidade do Jardim, dando visibilidade à documentação acerca dos afro-brasileiros cativos de Jardim do Seridó, especialmente, as Alforrias, o Fundo de Emancipação e a Comissão Libertadora Jardinense. Diante desta temática e fontes, realizamos pesquisas documentais no acervo do LABORDOC do Centro de Ensino Superior do Seridó, CERES/UFRN, como também, foi efetivada uma entrevista com o Senhor Sebastião Arnóbio de Morais, secretário da Paróquia de Jardim do Seridó, sobre a Comissão Libertadora Jardinense, assim como, foi analisado o Censo de 1872. Os aportes historiográficos para a análise do problema de pesquisa, basearam-se no plano regional, nas dissertações produzidas sobre o assunto pelas historiadoras Ariane de Medeiros Pereira (2014), Michele Soares Lopes (2011) e Cláudia Cristina do Lago Borges (2000). Para uma discussão da historiografia nacional nos baseamos nas produções de Sidney Chalhoub (1990), Wlamyra R. de Albuquerque (2009), Francisco Vidal Luna e Herbert S. Klein (2010).
Abstract: The history of slavery in Seridó is not still well known, due to the few academic papers and disclosure. Trying to cooperate with the urgent visibility of this theme, this study aims to realize the dynamics of slavery and the search for freedom in City Jardim, (currently Jardim do Seridó) in the period from 1872 to 1888. The guiding principle is the analysis of the practices of the liberation of slaves for themselves and for others. Thereby we seek to understand the social dynamics of liberation processes in the late nineteenth century in Jardim do Seridó, giving visibility to the documentation about the captives african-Brazilian of Jardim do Seridó, especially manumission, the Emancipation Fund and the Commission Liberating Jardinense. On this theme and sources we conducted documentary research in LABORDOC the acquis, Higher Education Center Seridó, UFRN, as it was also carried an interview with sir Sebastião Arnóbio de Morais, secretary of Jardim do Seridó Parish, on the Commission Liberating Jardinense, so as it was analyzed the 1872 Census. The historiographical contributions to the research problem analysis were based on the regional level in the dissertations produced on the subject by historians Ariane de Medeiros Pereira (2014), Michele Soares Lopes (2011) and Claudia Cristina Lake Borges (2000). For a discussion of national historiography we rely on the production of Sidney Chalhoub (1990), Wlamyra R. de Albuquerque (2009), Francisco Vidal Luna and Herbert S. Klein (2010).
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2265
Other Identifiers: 2014222784
Appears in Collections:CERES - Especialização em História e Cultura Africana e Afro-brasileira

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Liz Coutinho e Paiva.pdf423,03 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.