Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/2255
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Rosenilson da Silva-
dc.contributor.authorMacedo, Adriana Medeiros de-
dc.date.accessioned2016-06-15T12:29:18Z-
dc.date.available2016-06-15T12:29:18Z-
dc.date.issued2016-05-25-
dc.identifier2014222416pr_BR
dc.identifier.citationMACEDO, Adriana Medeiros de. Em nome da moral e dos bons costumes: sobre os códigos de conduta da Irmandade dos Negros do Rosário (Jardim do Seridó/RN, década de 1990). 2016. 24f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em História e Cultura africana e afro-brasileira), Departamento de História, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, 2016.pr_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/2255-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectIrmandade Negros do Rosáriopr_BR
dc.subjectCódigos de Condutapr_BR
dc.subjectMemóriapr_BR
dc.subjectOralidadepr_BR
dc.subjectJardim do Seridó/RNpr_BR
dc.titleEm nome da moral e dos bons costumes: sobre os códigos de conduta da Irmandade dos Negros do Rosário (Jardim do Seridó/RN, década de 1990)pr_BR
dc.typepostGraduateThesispr_BR
dc.contributor.referees1Andrade, Andreza de Oliveira-
dc.contributor.referees2Macedo, Helder Alexandre Medeiros de-
dc.description.resumoEste artigo problematiza a existência de tradicionais códigos de conduta e comportamento na/da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Sebastião, localizada na região Seridó do Rio Grande do Norte, na cidade de Jardim do Seridó. Compreendemos que tais códigos foram ganhando força no tempo e no espaço, especialmente nos últimos 150 anos de tradição. Partimos da contribuição de alguns estudos sobre a Irmandade e das memórias de membros da mesma, bem como de pessoas ligadas a ela, afim de tornar clara a apreciação desses códigos tradicionais, que são levados às novas gerações através da oralidade. Entendemos tais códigos como recursos utilizados em nome do disciplinamento e que sua manutenção serve ao que se entende por moral e bons costumes. A abordagem incide sobre as práticas e meios disciplinares em relação ao comportamento dos membros da Irmandade, especialmente por ocasião das festas, nos espaços onde se consomem bebidas alcoólicas, nas oportunidades que seus rituais, nomeadamente a Dança do Espontão, a coroação e reinado são vividos. Os códigos de conduta incidem relação sobre a organização financeira da irmandade, às vestimentas que seus membros utilizam, a forma como dançam e para problematizá-los tomamos um caso específico de rupturas, identificado durante a década de 1990.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentHistória e Cultura Africana e Afro-Brasileirapr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
dc.subject.cnpqHistóriapr_BR
Appears in Collections:CERES - Especialização em História e Cultura Africana e Afro-brasileira

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_Adriana_Medeiros_de_Macedo.pdfArtigo principal 976.41 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.