Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1962
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLima, Núbia Maria Freire Vieira-
dc.contributor.authorSouza, Larissa-
dc.date.accessioned2016-03-16T13:08:30Z-
dc.date.available2016-03-16T13:08:30Z-
dc.date.issued2015-12-04-
dc.identifier2011004727pr_BR
dc.identifier.citationSOUZA, Larissa Melo de. Correlação entre função manual, mobilidade e dupla tarefa na doença de Parkinson Idiopática. 2015. 24f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2015.-
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/1962-
dc.languagept_BRpr_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepr_BR
dc.rightsopenAccesspr_BR
dc.subjectDoença de Parkinson, membro superior, equilíbrio postural.pr_BR
dc.titleCorrelação entre função manual, mobilidade e dupla tarefa na doença de Parkinson Idiopática.pr_BR
dc.typebachelorThesispr_BR
dc.contributor.advisor-co1Roberta de Oliveira Cachopr_BR
dc.contributor.referees1Lima, Nubia-
dc.description.resumoDescrever, comparar e correlacionar a função manual com a mobilidade e desempenho em tarefas duplas em indivíduos com diagnóstico clínico de Doença de Parkinson Idiopática (DPI), comparando-os a indivíduos saudáveis. Método: Aplicação das escalas HY, subescalas da UPDRS (II e III), DYPAGS, Modified PAS e dinamometria dos membros superiores em 10 indivíduos com diagnóstico clínico de DPI e um grupo controle de 10 idosos saudáveis (estes avaliados por DYPAGS, Modified PAS e dinamometria). Resultados: Foi verificada ausência de correlação entre função manual (dinamometria manual e itens da UPDRS II e III) e o desempenho na mobilidade e dupla tarefa em indivíduos com DPI (p>0,05). . Foi encontrada diferença (p< 0,001) para comparação das medidas dos isntrumentos DYPAGS e PAS Modificada entre os grupos DPI e saudável. A força de preensão manual não apresentou diferença entre os grupos. Conclusões: Indivíduos saudáveis apresentaram melhor desempenho em mobilidade e dupla tarefa que aqueles com diagnóstico clínico de DPI, contudo não houve diferença na força de preensão manual entre os grupos. Foi verificada ausência de correlação entre função manual (dinamometria manual e itens da UPDRS relativos às atividades de vida diária, tremor, rigidez e movimentos rápidos das mãos) e o desempenho na mobilidade e dupla tarefa em indivíduos com DPI.pr_BR
dc.publisher.countryBrasilpr_BR
dc.publisher.departmentFISIOTERAPIApr_BR
dc.publisher.initialsUFRNpr_BR
Appears in Collections:FACISA - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CorrelacaoFuncaoManual_Souza_2015.pdf580.47 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.