Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1873
Title: Aplicação de tensoativos etoxilados no controle da corrosão em oleodutos
Authors: Gonzaga, Thamara Walleska Tavares
Keywords: Tensoativo etoxilado.;Ethoxylate surfactant.;Adsorção.;Adsorption.;Inibidor de corrosão.;Corrosion inhibitor.
Issue Date: 22-Dec-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GONZAGA, Thamara Walleska Tavares. Aplicação de Tensoativos Etoxilados no Controle da Corrosão em Oleotudos. 2015. 37 f. TCC (Graduação) - Curso de Química do Petróleo, Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: A corrosão em dutos e equipamentos em geral na indústria de petróleo, ocasionada devido às condições agressivas dos produtos, é um motivo relevante que impulsiona o estudo dos tensoativos. Essas moléculas tensoativas são largamente utilizadas como inibidores de corrosão, por formarem uma camada protetora sobre o metal que retardam o processo de deterioração, evitando trocas contínuas de equipamentos ou uso de ligas mais nobres. Partindo dessa problemática, existe a necessidade de obter novos sistemas que sejam capazes de formar estes filmes protetivos sobre as superfícies do metal, com alta eficiência de cobertura em baixas concentrações. Esse trabalho propõe avaliar a influência da estrutura de tensoativos não-iônicos etoxilados no processo de adsorção sobre a superfície interna de oleodutos. Com esse propósito foram realizadas medidas de tensão superficial e ângulo de contato para entender como esses tensoativos se comportam na região interfacial. Para avaliação de eficiência quanto à inibição à corrosão dos sistemas foi realizada a técnica de voltametria linear utilizando um potenciostato. A análise dos resultados para os sistemas mostra que, as curvas de polarização passam para valores de potenciais menores à medida que se adicionam os inibidores ao meio. E que estas curvas não estão polarizadas em relação à curva obtida sem a presença do inibidor, isto significa que esses sistemas não inibem as reações de oxidação, indicando que eles não formam uma película protetora eficiente nos sítios.
Abstract: The corrosion of pipelines and equipment in general in the oil industry, caused due to the aggressive conditions of products, is an important reason that drives the study of surfactants. These surface-active molecules are widely used as corrosion inhibitors, precisely for forming this protective layer, usually in low concentrations, caused by the decreasing surface tension becoming a low cost alternative that avoids continuous exchange of equipment or use of alloys more nobles. Starting from this problem, there is a need for new systems to be capable of forming these protective films on metal surfaces, coverage with high efficiency at low concentrations. This work aims to evaluate the influence of non-ionic surfactants ethoxylates structure in the adsorption process on the inner surface of pipelines. For this purpose were conducted surface tension and contact angle measurements to understand how these surfactants behave in the interfacial region. For evaluation of efficiency and corrosion inhibition systems was performed at linear voltammetry technique using a potentiostat. The results for systems that shows the polarization curves move to lower potential values are added as inhibitors in half. And that these curves are not polarized with respect to the curve obtained without the presence of the inhibitor, this means that these systems do not inhibit the oxidation reactions, indicating that they do not efficiently form a protective film on the sites.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/1873
Other Identifiers: 2011024176
Appears in Collections:Química do Petróleo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AplicaçãoTensoativosEtoxilados_GONZAGA_2015.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons