Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1868
Título: Verbas destinadas a educação pelo Governo Federal: ranking dos estados brasileiros no período de 2009 a 2012
Autor(es): ANDRÉ, Andréa Midiã
Palavras-chave: Governo Federal;Verbas;Estados
Data do documento: 26-Dez-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: ANDRÉ, Andréa Midiã. Verbas destinadas a educação pelo Governo Federal: ranking dos estados brasileiros no período de 2009 a 2012. 2013. 44f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: A manutenção da máquina pública, bem como a prestação de serviços públicos, depende da captação de recursos da sociedade. Dessa maneira, os gastos estaduais são financiados, basicamente, por meio de receitas tributárias, transferências recebidas e demais receitas. Diante disso, o presente estudo tem como objetivo fazer uma análise e estabelecer um ranking das verbas destinadas à Educação por parte do governo federal, com base no período de 2009 a 2012, dos estados brasileiros e comparar com o índice analfabetismo. Para isso, foram utilizadas as pesquisas descritivas, bibliográficas, documental, quantitativa e qualitativa. As informações coletadas estavam disponíveis no endereço eletrônico do Portal da Transparência e da Receita Federal. Os resultados revelam que o Distrito Federal, São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro apresentaram os maiores recebimentos de verbas destinadas à educação por parte do governo federal. Porém, a Bahia não ficou nem entre os 10 primeiros no ranking do índice de menor taxa de analfabetismo, revelando um percentual de 15,43, que o deixou na 18ª colocação. Devido às grandes disparidades ao comparar o ranking das verbas destinadas à educação e o dos índices de analfabetismo, notou-se que alguns estados mereciam uma melhor administração dos recursos recebidos do que outros, como por exemplo, o estado de Pernambuco, que embora esteja entre os 10 primeiros no ranking das verbas, está em 19º no dos índices de analfabetismo.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/1868
Outros identificadores: 2009008995
Aparece nas coleções:Ciências Contábeis

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia.pdfTexto Completo532,27 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons