Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1702
Título: Capoeira e gênero: as implicações desta relação para a prática
Autor(es): Silva, Rayanne Medeiros da
Palavras-chave: Capoeira, Gênero, Sentido, Educação Física, JERN’S,
Data do documento: 16-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: SILVA, Rayanne Medeiros da. Capoeira e gênero: as implicações desta relação para a prática. 2015. 87f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Estabelecer relações entre capoeira e mulher é provocar reflexões acerca do que incomoda na sociedade. Diante de uma realidade delineada por repressões e relações históricas entre as questões de gênero e capoeira destacamos que o objetivo geral dessa pesquisa é analisar os sentidos da prática para as meninas capoeiristas da categoria juvenil do Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (JERN’S), edição 2015. Nossa pesquisa se justifica pela inovação no espaço acadêmico, em convergir e refletir tais temas. Neste sentido, a pesquisa apresenta-se como sendo descritiva e este processo metodológico circundou sob uma abordagem qualitativa. Desta forma, realizamos entrevistas semiestruturadas com as competidoras de Capoeira da categoria juvenil dos JERN’S, direcionada para avaliar o sentido da prática da Capoeira para estas mulheres. Ainda na coleta dos dados, entrevistamos o Mestre Marcos Antônio Gomes de Carvalho buscando compreender como a Capoeira foi introduzida nessa competição como modalidade esportiva. Ambas entrevistas se deram de forma individual após a competição. Com isso, selecionamos algumas falas das entrevistas realizadas para dialogarmos com nosso referencial teórico. Verificamos que os sentidos atribuídos a prática da Capoeira revelados a partir das entrevistas estão alicerçados em relações de afeto. Concluímos que apesar do problema social de repressão da mulher estar constantemente presente na prática da Capoeira das entrevistadas, observamos em seus relatos que os estereótipos que cercam tanto a manifestação da cultura de movimento, como a mulher em si, em nada foi suficiente para desencoraja-las.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/1702
Outros identificadores: 2012935600
Aparece nas coleções:Educação Física (bacharelado)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Capoeiragêneroimplicações_2015_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo4,81 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons