Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1674
Title: Padrões corporais do balé clássico e o seu impacto no cotidiano de bailarinas da cidade do Natal/RN
Other Titles: Standards body of classical ballet and its impact on the daily life of Natal/RN city bailarinas
Authors: Mota, Raniele Almeida da
Keywords: Padrões corporais;Balé Clássico;Bailarinas
Issue Date: 30-Nov-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MOTA, Raniele Almeida da. Padrões corporais do balé clássico e o seu impacto no cotidiano de bailarinas da cidade do Natal/RN. 2015. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Há mais de 500 anos, na Itália, iniciou-se a história do balé. No início do período romântico, o físico das bailarinas era mais curvilíneo. Após a metade deste período, os padrões mudaram para um físico mais atlético. O balé clássico é repleto de regras onde além de todas as exigências técnicas ainda existem as exigências corporais. As bailarinas devem ser magras, pernas longas, pés curvados e não ser muito alta. Esse estudo tem como objetivo desse estudo é discutir os padrões corporais exigidos do balé clássico com os padrões corporais de bailarinas da cidade de Natal/RN, o que isso acarreta no dia-a-dia das mesmas e no que a Educação Física pode contribuir a partir dessa reflexão. A pesquisa se trata do tipo descritivo de abordagem qualitativa. O instrumento para a coleta de dados foi uma entrevista com 10 bailarinas de duas escolas de balé de Natal, composta por perguntas abertas. O método de análise foi interpretativa tendo base a experiência do pesquisador e o referencial teórico. Foi concluído que esses padrões corporais são desfavoráveis para o mundo da dança e que apesar das entrevistadas não relatarem ter sofrido com isso, muitas outras bailarinas apresentam sérios problemas como distúrbios alimentares e transtornos emocionais.
Abstract: For over 500 years, in Italy, began the history of ballet. At the beginning of the Romantic period, the physical dancers was more curvy. After half of that period, the standards have changed to a more athletic physique. Classical ballet is full of rules where in addition to all the technical requirements still exist bodily requirements. The dancers must be thin, long legs, bent legs and not be too high. This study has the objective of this study is to discuss the physical standards required of classical ballet with body patterns Natal city dancers, what it entails on a day-to-day the same, and that physical education can contribute to based on this discussion. The research is descriptive qualitative approach. The instrument for data collection was an interview with 10 dancers of two Natal ballet schools, consisting of open questions. The analysis method was based interpretative having the experience of the researcher and the theoretical framework. It was concluded that these body patterns are unfavorable to the world of dance and that despite the respondents do not report having suffered from this, many other dancers pose serious problems such as eating disorders and emotional disorders.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/1674
Other Identifiers: 2011025271
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Padrõescorporaisbalé_2015_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo312,05 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.