Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1660
Título: O movimento na educação infantil: como o professor de educação física pode contribuir?
Autor(es): Batista, Alana Débora de Souza
Palavras-chave: Educação Física;Infância;Educação Infantil
Data do documento: 10-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: BATISTA, Alana Débora de Souza. O movimento na educação infantil: como o professor de educação física pode contribuir? Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física. Centro de Ciências da Saúde. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, 2015.
Resumo: A educação infantil é a iniciação da criança na escola, neste momento ela está em constante descoberta do mundo e da ampliação do seu imaginário da realidade, produzindo a sua cultura lúdica com brincadeiras e experiências externas e internas no ambiente em que está inserida. O recomendado pelo Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil (RCNEI) é que seja abordado o movimento para colocar em prática brincadeiras que promovem o crescimento pessoal de cada criança. De acordo com Lei de Diretrizes e Bases da Educação (BRASIL, 1996) espera-se que a educação física, integrada à proposta pedagógica da escola, seja componente obrigatório na Educação Básica. Diante disso, o presente estudo objetiva analisar o papel do/a professor/a de educação física na educação infantil e a relevância deste componente curricular para a primeira infância no âmbito escolar. A metodologia consistiu na observação de 5 aulas no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Marise Paiva e uma entrevista com a professora do CMEI Kátia Fagundes, com o objetivo de identificar como é vivenciado o movimento nessas escolas. Como resultados, observa-se que a realidade escolar nesses dois CMEIs Natal/RN, possui distância com o que o RCNEI propõe para ser abordado nessa fase inicial. Conclui-se que o papel do professor de educação física é de suma importância para concretização da linguagem do movimento nos CMEIs, visto que é esperado que ao fim desse ciclo inicial ela possa conhecer seu corpo de maneira integrativa. A expressividade, criatividade, autonomia, imaginário e a diversidade cultural deverão estar presentes durante todo processo de ensino e restringir essas manifestações às crianças é um atraso ao seu desenvolvimento.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/1660
Outros identificadores: 2012935235
Aparece nas coleções:Educação Física (bacharelado)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Movimentoeducaçãoinfantil_2015_Trabalho de Conclusão de CursoTexto Completo1,14 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.