Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1581
Título: A influência da acurácia interoceptiva sobre a regulação do esforço físico em adolescentes fisicamente condicionados
Título(s) alternativo(s): The influence of Interoceptive accuracy on the regulation of physical exertion in adolescents physically conditioned
Autor(es): Tavares, Marília Padilha Martins
Palavras-chave: Acurácia Interoceptiva;Resposta Afetiva;Percepção Subjetiva de Esforço;Exercício Autosselecionado
Data do documento: 2-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: TAVARES, Marília Padilha Martins. A influência da acurácia interoceptiva sobre a regulação do esforço físico em adolescentes fisicamente condicionados. 2015. 40f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação)–Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: A acurácia interoceptiva é a precisão na percepção das informações corporais. Essas informações aferentes viscerais são importantes no processo de regulação do esforço físico. No entanto, a acurácia interoceptiva relacionada ao controle do esforço físico tem sido associada de forma oposta em indivíduos adultos e crianças. Assim, compreender como a acurácia interoceptiva afeta o controle do esforço físico em adolescente ajudará a esclarecer como ela afeta o controle o esforço físico em diferentes etapas da vida. Portanto, o objetivo deste estudo foi verificar a influência da acurácia interoceptiva sobre a regulação do esforço físico em adolescentes fisicamente condicionados. A amostra foi composta por 11 adolescentes (idade entre 14 e 15 anos) do sexo masculino, fisicamente condicionados, que foram alocados de acordo com o nível de acurácia interoceptiva cardíaca: Alta acurácia (n=5) e Baixa acurácia (n=6). Todos foram submetidos ao teste de esforço máximo. Posteriormente, foram submetidos ao Dordel-Koch-Test sendo monitorado e registrado o desempenho (a velocidade média da corrida e distância percorrida), a demanda fisiológica (frequência cardíaca), a percepção de esforço e a resposta afetiva. Os grupos não apresentaram diferenças entre as respostas psicológicas, percepção subjetiva de esforço (p=0,138) e valência afetiva (p=686). Como também não houve diferença nas respostas fisiológicas (p=0,820) e nas variáveis de desempenho, a distância total percorrida (p=0,06) e na velocidade média (p=0,06).A normalidade dos dados foi testada pelo teste de Shapiro-Wilk. O nível de 0,05 foi adotado como critério de significância. Não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos na PSE, resposta afetiva e no desempenho do teste. Concluímos que o fato dos adolescentes apresentarem condicionamento físico semelhante, a acurácia interoceptiva não influenciou seu comportamento durante o exercício físico.
Abstract: The Interoceptive accuracy is the accuracy in the perception of bodily information. These visceral afferent information is important in the regulation of physical exertion process. However, the accuracy Interoceptive related to the control of physical effort has been associated oppositely in adults and children individuals. Thus, understanding how interoceptive accuracy affects the control of physical exertion in adolescents will help to clarify how it affects control physical exertion at different stages of life. Therefore, the aim of this study was to investigate the influence of Interoceptive accuracy on the regulation of physical exertion in adolescents physically conditioned. The sample consisted of 11 adolescents (aged 14 to 15 years) male, physically conditioned, which were allocated according to the level of heart Interoceptive accuracy: High accuracy (n = 5) and Low accuracy (n = 6) . All underwent maximal exercise test. Subsequently underwent Dordel-Koch-Test being monitored and recorded performance (the average running speed and distance traveled), the physiological demand (heart rate), the perceived exertion and the affective response. The groups did not differ between the psychological responses, perceived exertion (p = 0.138) and emotional valence (p = 686). As there was no difference in the physiological responses (p = 0.820) and the performance variables, the total distance traveled (p = 0.06) and mean velocity (p = 0.06) .The data normality was tested by the test Shapiro-Wilk. The level of 0.05 was adopted as significance criterion. There was no statistically significant difference between groups in PSE, and affective response in test performance. We conclude that the fact of adolescents present similar physical conditioning, interoceptive accuracy did not influence its behavior during exercise.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/1581
Outros identificadores: 2012935549
Aparece nas coleções:Educação Física (bacharelado)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Influênciaacuráciainteroceptiva_2015_Trabalho de Conclusão de CursoTexto completo1,49 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.