Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1478
Título: Fiscalizações realizadas no Estado do Rio Grande do Norte pelo Tribunal de Contas da União, no âmbito do Fiscobras, no período de 2011 de 2012: um estudo dos benefícios econômicos gerados
Autor(es): Souza, Ivone Vanuza Nogueira de
Palavras-chave: Fiscalização;Fiscobras;Economia gerada;Volume fiscalizado;Tribunal de Contas da União
Data do documento: 2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: SOUZA, Ivone Vanuza Nogueira de. Fiscalizações realizadas no Estado do Rio Grande do Norte pelo Tribunal de Contas da União, no âmbito do Fiscobras, no período de 2011 de 2012: um estudo dos benefícios econômicos gerados. 67f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) - Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: Apresenta uma análise dos relatórios de auditoria realizados pelo TCU, no Estado do Rio Grande do Norte, no âmbito do plano de fiscalização anual – Fiscobras no período de 2011 a 2012. A análise tem como objetivo principal identificar o volume de recursos fiscalizados e o montante de benefícios que a fiscalização proporcionou aos cofres públicos. Fiscobras é um plano de fiscalização do TCU com o objetivo de verificar o processo de execução das obras públicas e elaborar um relatório final a ser enviado ao Congresso Nacional. Este por sua vez determina como será a distribuição dos recursos no orçamento seguinte, podendo inclusive decidir pelo bloqueio das verbas para obras com irregularidades graves. As principais irregularidades encontradas são o sobrepreço/superfaturamento, licitação irregular, falta de projeto básico e a falta de projeto executivo. Essas irregularidades tornam as obras muito mais onerosas. Para obter as informações, foi feita pesquisa bibliográfica nos relatórios de fiscalização sintéticos, acórdãos, relatórios anuais e trimestrais de atividades, além de notícias no sítio eletrônico do TCU e jornais. Os resultados apontam um volume de recursos fiscalizados no montante de R$ 1.346.094.389,10 e a economia gerada aos cofres públicos com as fiscalizações foi aproximadamente de R$ 119.529.497,78.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/1478
Outros identificadores: 2009009193
Aparece nas coleções:Ciências Contábeis

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FiscalizacoesRealizadas_Souza_2013Texto Completo434,13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons