Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1266
Título: A compatibilização entre acessibilidade física e patrimônio: um estudo aplicado ao palácio da cultura, Natal-RN.
Autor(es): Ataliba, Renata Dantas
Palavras-chave: Acessibilidade física;Patrimônio cultural;Patrimônio histórico;Bens culturais;Museus;Inclusão social
Data do documento: 17-Jun-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: ATALIBA, Renata Dantas. A compatibilização entre acessibilidade física e patrimônio: um estudo aplicado ao palácio da cultura, Natal-RN. 2015. 254 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: O acesso à cultura é direito de todo cidadão. No entanto, os obstáculos encontrados por pessoas com restrições físicas permanentes e/ou temporárias no acesso aos ambientes construídos são enormes, principalmente em edifícios mais antigos, não projetados para uso e locomoção de pessoas com limitações físicas. Embora haja dificuldades, os bens culturais devem estar preparados para a disseminação da nossa cultura a toda diversidade de pessoas, buscando garantir condições de acessibilidade nos seus espaços externos e internos mesmo se tratando de edifícios tombados ou não. Dessa forma, é necessário conciliar os interesses das legislações de acessibilidade e do patrimônio, promovendo adaptações que permitam o usufruto do espaço por todos os indivíduos e concomitantemente, que mantenham as principais características arquitetônicas do patrimônio edificado. Com base nesse quadro geral, este TFG discute a promoção da acessibilidade física em museus que ocupam edifícios considerados patrimônio histórico e cultural. Como estudo de caso analisa-se o Palácio da Cultura (Pinacoteca do Estado) localizado em Natal-RN, com ênfase para as possibilidades e limites de intervenção. Para auxiliar a elaboração do diagnóstico e indicação das intervenções no projeto arquitetônico foram estabelecidas as seguintes etapas: análise das leis, normas e instruções de ambas as legislações vigentes; estudos de referência indiretos em museus nacionais; e coleta de dados in loco. Finalmente, mais do que a intervenção proposta, a atividade realizada subsidiou a elaboração de uma cartilha para orientação de novos trabalhos nesse campo.
URI: http://monografias.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/1266
Outros identificadores: 2010034139
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AcessibilidadeFisicaEPatrimonio_Ataliba_2015.pdf9,7 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
Acompatibilizaçãoentreacessibilidadefísicaepatrimônio_CARTILHA DE ORIENTAÇÕES BÁSICAS.pdfCartilha desenvolvida no TCC884,86 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons