Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/1246
Title: Adsorção de tensoativos e polímero em rocha reservatório
Other Titles: Adsorption surfactants and polymer in rock reservoir
Authors: Cunha Bisneto, Manuel Carneiro
Keywords: Rocha reservatório.;Rock reservoir.;Adsorção - Quimica;Tamanho de partícula.;Quitosana - Química.
Issue Date: 26-Jun-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: Cunha Bisneto, Manuel Carneiro. Adsorção de tensoativos e polímero em rocha reservatório. 2015. 48f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química do Petróleo), Instituto de Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: No processo de exploração de petróleo, quando a energia na formação não é suficiente para produzir o óleo naturalmente, faz-se necessário intervir no poço e a esse processo intitula-se de recuperação de óleo, que pode ser denominado de recuperação avançada de petróleo quando se utiliza processos químicos, como sistemas a base de tensoativos e polieletrólitos. Os tensoativos têm a propriedade de se adsorver em interface reduzindo a tensão interfacial e facilitar o escoamento do óleo dos poros da rocha para o interior do reservatório, enquanto que o polímero tem a propriedade de deslocar o banco de óleo a partir da alta viscosidade que os sistemas poliméricos oferecem. Os polieletrólitos também podem se adsorver na rocha. Para melhor entender o processo de recuperação se faz necessário estudar os fenômenos de adsorção das moléculas químicas na rocha reservatório e para isso aplicou-se as técnicas de potencial zeta e espalhamento dinâmico da luz. O arenito desagregado apresenta carga negativa e a adição da solução de ácido acético inverte a carga, passando a ser positiva. Os tensoativos aniônicos, óleo de coco saponificado (OCS) e Dodecil sulfato de sódio (SDS) se adsorvem ao arenito em concentrações abaixo e acima da concentração micelar crítica (CMC). A quitosana também se adsorve consideravelmente ao arenito. A adsorção acontece até o momento que satura toda a superfície das partículas do arenito desagregado e a concentração de saturação para a quitosana e SDS é 0,005%, enquanto para o OCS não há um valor crítico de saturação pois há o fenômeno da protonação. Para a combinação de quitosana-OCS a saturação se dá a 0,002%, enquanto que para a Quitosana-SDS e OCS-SDS não há um ponto crítico de saturação. A combinação de Quitosana-SDS-OCS apresenta aumento de carga até 0,004% e diminuição até 0,005% e partir deste valor há saturação da superfície do arenito. Os tamanhos de partículas foram determinados a partir da técnica de espalhamento dinâmico da luz. Os tamanhos de partículas confirmam que há interação das moléculas químicas estudadas sobre a partícula de arenito desagregado.
Abstract: In the process of oil exploration where the energy in the formation is insufficient to produce oil of course, it is necessary to intervene in the well and this process is entitled to oil recovery, which may be referred to as enhanced oil recovery when using chemical processes, such as systems based on surfactants and polyelectrolytes. The surfactants have the property of adsorbing interface lowering the interfacial tension and facilitating the flow of oil from the rock pores to the inside of the reservoir while the polymer has the property of moving the oil bank from the high viscosity systems polymeric offers. The polyelectrolytes may also adsorb on the rock. To better understand the recovery process is necessary to study the phenomena of chemical adsorption of molecules in the reservoir rock and this was applied the techniques zeta potential and dynamic light scattering. The sandstone rock has negative charge and adding the acetic acid solution the load reverses, becoming positive. The anionic surfactant, OCS and SDS adsorb the sandstone at concentrations below and above the critical micelle concentration (CMC). Chitosan also adsorbs considerably sandstone. The adsorption takes place until such time that saturates the entire surface of the sandstone particles and the concentration of saturation for the chitosan and SDS is 0.005%, while for the OCS there is a critical value of saturation as there is a phenomenon of protonation. For the combination of chitosan-OCS saturation occurs at 0.002%, while for chitosan SDS and SDS OCS there is a critical point of saturation. The combination of chitosan-SDS-OCS has increased load up to 0.004% and decreased to 0.005% and from this value ha saturation sandstone surface. Particle sizes were determined from the dynamic light scattering technique. Particle sizes confirm that there are chemical interaction of molecules studied on the sandstone particle.
URI: http://monografias.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/1246
Other Identifiers: 2011024318
Appears in Collections:Química do Petróleo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AdsorçãoTensoativosPolímero_CUNHA BISNETO_2015.pdfMonografia619.91 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.