Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11620
Title: Efeito do Ácido Indolbutírico e extratos naturais no enraizamento de estacas de Pitaia Vermelha (Hylocereus undatus (Haw) Briton & Rose) no município de Macaíba-RN
Authors: Santos Filho, Eduardo José dos
Keywords: Estaquia;Cuttings;Fruticultura;Fruit growing;Auxinas;Auxins
Issue Date: 23-Apr-2021
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SANTOS FILHO, Eduardo José dos. Efeito do Ácido Indolbutírico e extratos naturais no enraizamento de estacas de Pitaia vermelha (Hylocereus undatus (Haw) Briton & Rose) no município de Macaíba-RN. 2021. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agroômica) - Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Macaíba, 2021.
Portuguese Abstract: O mercado de frutas exóticas vem ganhando prestígio no Brasil e, nesse contexto, a Pitaia (Hylocereus undatus (Haw) Briton & Rose) ganha destaque pela rusticidade, pois apresenta poucas exigências nutricionais. Uma dificuldade enfrentada pelos produtores para o estabelecimento dessa cultura é a pouca oferta de material propagativo de qualidade e em quantidade, mudas vigorosas com sistema radicular desenvolvidos, para que os danos e estresses provocados pelo clima, solo e as possíveis pragas e doenças sejam os mínimos possíveis do ponto de vista Agrícola/econômico. O objetivo do trabalho foi avaliar o uso do Ácido Indolbutírico (AIB) e diferentes extratos vegetais para a promoção do enraizamento de estacas de Pitaia Vermelha. O experimento será realizado em casa de vegetação situada na Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias, localizada na Escola Agrícola de Jundiaí, pertencente a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, campus de Macaíba-RN. Os tratamentos foram definidos como: TC – Tratamento controle (sem aplicação de enraizadores), sendo as estacas imersas em água destilada durante 1 minuto; TAIB: Ácido Indolbutírico (AIB), utilizando-se o produto comercial de formulação C12H13NO2 preparado na concentração de 3000 mg L-1. TAM: Tratamento com extrato de algas marinhas, utilizando-se o produto comercial Vitaplan (Extratos de algas marinhas: 15%, N solúvel: 2%, P solúvel: 8%, K solúvel: 6%, Ca: 1%, Mg: 1%, Cu: 0,2%), sendo feita a imersão da base das estacas por 10 minutos. TCR: Extrato de Cyperus rotundus, produzido a partir de tubérculos da planta de crescimento espontâneo coletados na área da Escola Agrícola de Jundiaí. TP: Tratamento com extrato pirolenhoso, utilizando-se a dosagem de 10 ml/l, seguindo a imersão por dois minutos. Os dados obtidos foram submetidos a análise de variância, seguidos por teste de comparação de médias seguindo o modelo de Tukey a 5% de significância, pelo programa estatístico R versão 4.0.3. Para os parâmetros avaliados, todos os tratamentos apresentaram resultados satisfatórios em termos de desenvolvimento do sistema radicular e brotações laterais e, por este motivo, poderiam ser usados como alternativas para produção de estacas de Pitaia. Contudo, podemos destacar, levando em consideração custo, disponibilidades, praticidade, o extrato de Algas Marinhas seria ideal para fazer parte da técnica de propagação vegetativa da Pitaia.
Abstract: The market for exotic fruits has been gaining prestige in Brazil and, in this context, the Pitaia (Hylocereus undatus (Haw) Briton & Rose) stands out for its rusticity, because it has few nutritional requirements. A difficulty faced by producers for the establishment of this crop is the low supply of propagating material of quality and in quantity, vigorous seedlings with developed root system, so that the damages and stresses caused by the climate, soil and the possible pests and diseases are the minimum possible from an agricultural / economic point of view. The objective of the work was to evaluate the use of Indolbutyric Acid (IBA) and different plant extracts to promote the rooting of Pitaia red cuttings. The experiment will be conducted in a vegetation located in the Specialized Academic Unit in Agricultural Sciences, located in the Jundiaí Agricultural School, belonging to the Federal University of Rio Grande do Norte, Macaíba-RN campus. The treatments were defined as: TC - Control treatment (without rooting application), being the cuttings immersed in distilled water for 1 minute; TAIB: Indolbutyric acid (IAB), using the commercial product of formulation C12H13NO2 prepared at a concentration of 3000 mg L-1. TAM: Treatment with seaweed extract, using the commercial product Vitaplan (Seaweed extract: 15%, soluble N: 2%, soluble P: 8%, soluble K: 6%, Ca: 1%, Mg: 1%, Cu: 0.2%), immersing the base of the cuttings for 10 minutes. TCR: Cyperus rotundus extract, produced from tubers of the spontaneously growing plant collected in the area of the Jundiai Agricultural School. TP: Treatment with pyrolene extract, using a dosage of 10 mL/L, following immersion for two minutes. The data obtained were subjected to analysis of variance, followed by a comparison of means test following Tukey's model at 5% significance using the statistical program R version 4.0.3. For the evaluated parameters, all treatments presented satisfactory results in terms of root system development and lateral sprouting and, for this reason, could be used as alternatives for Pitaia cuttings production. However, we can highlight, taking into consideration cost, availability, practicality, the Seaweed extract would be ideal to be part of the vegetative propagation technique of Pitaia.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11620
Other Identifiers: 2016038129
Appears in Collections:Engenharia Agronômica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitoDoÁcido_SANTOSFILHO_2021.pdf2,6 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons