Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11499
Title: Decomposição térmica de madeiras nativas da Caatinga
Other Titles: Thermal decomposition of native Caatinga wood
Authors: Silva Neto, Damião Ferreira da
Keywords: Análise Termogravimétrica;Semiárido;Biomassa;Plano de Manejo Florestal Sustentável
Issue Date: 11-Mar-2021
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA NETO, Damião Ferreira da. Decomposição térmica de madeiras nativas da Caatinga. 2021. 23f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agronômica) - Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Macaíba, 2021.
Portuguese Abstract: O objetivo deste estudo foi determinar a estabilidade térmica das madeiras de espécies da Caatinga, utilizando-se a análise termogravimétrica. A amostragem das madeiras ocorreu em três áreas sob manejo florestal sustentável dentro do estado do RN, com base no inventário florestal e no índice de valor de importância (IVI). De cada espécie foram abatidas 3 árvores e foram retirados discos em cinco diferentes posições ao longo do tronco das árvores-amostra. A análise termogravimétrica foi realizada utilizando 4 mg da biomassa, aquecida da temperatura ambiente até 600 ºC, com taxa de aquecimento de 10 °C.min-1 sob atmosfera de gás nitrogênio (99,999%). Foram calculadas as perdas de massa, subtraindo-se do valor da massa final nos seguintes intervalos de temperatura: 50-100 °C, 100-200 °C, 200-300 °C, 300-400 °C, 400-500°C e 500-600 °C. A partir disto, observou-se que as mesmas espécies, quando avaliadas em sítios diferentes, apresentaram diferentes curvas termogravimétricas, com variação tanto na massa residual quanto no pico de degradação térmica. Dessa forma, a Mimosa tenuiflora apresentou maior resistência à degradação e, apesar da ocorrência de algumas espécies em mais de uma área, não houve diferenciação quanto ao comportamento térmico das madeiras. Ao avaliar diferentes espécies em um sítio, as madeiras das espécies encontradas na área III apresentaram maior variação na massa residual e intensidade acentuada de degradação térmica.
Abstract: The objective of this study was to determine the thermal stability of the woods of Caatinga species, using thermogravimetric analysis. The sampling of the wood occurred in three areas under sustainable forest management in the state of Rio Grande do Norte, based on the forest inventory and the value of importance index (IVI). From each species, 3 trees were felled and disks were removed in five different positions along the trunk of the sample trees. Thermogravimetric analysis was performed using 4 mg of biomass, heated from room temperature to 600 ºC, with a heating rate of 10 °C.min-1 under nitrogen gas atmosphere (99.999%). Mass losses were calculated by subtracting from the final mass value at the following temperature intervals: 50-100 °C, 100-200 °C, 200-300 °C, 300-400 °C, 400-500°C, and 500-600 °C. From this, it was observed that the same species, when evaluated at different sites, presented different thermogravimetric curves, with variation in both residual mass and thermal degradation peak. Thus, Mimosa tenuiflora showed greater resistance to degradation and, despite the occurrence of some species in more than one area, there was no differentiation as to the thermal behavior of the woods. When evaluating different species in one site, the wood from species found in area III showed greater variation in residual mass and accentuated intensity of thermal degradation.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11499
Other Identifiers: 20160114062
Appears in Collections:Engenharia Agronômica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DecomposicaoTermicaMadeirasCaatinga_SilvaNeto_2021.pdfARQUIVO DE MONOGRAFIA1,35 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons