Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11486
Title: Classificação do Consumo Alimentar de Trabalhadores da Indústria Têxtil do RN, a partir dos Grupos Alimentares do Guia Alimentar para a População Brasileira
Authors: Viana, Noeme
Keywords: Consumo de alimentos;Guias alimentares;Saúde do trabalhador
Issue Date: 15-Apr-2021
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: VIANA, Noeme. Classificação do Consumo Alimentar de Trabalhadores da Indústria Têxtil do RN, a Partir dos Grupos Alimentares do Guia Alimentar para a População Brasileira. 2021. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Departamento de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2021.
Portuguese Abstract: O consumo alimentar do brasileiro ainda mantém um perfil tradicional, caracterizado pelo consumo de arroz e feijão, principalmente por indivíduos de baixa renda. O presente estudo teve como objetivo classificar o consumo alimentar dos trabalhadores de indústrias do setor têxtil vinculadas ao PAT, a partir dos grupos alimentares do Guia Alimentar para a População Brasileira (2014), a fim de identificar a prevalência do consumo de grupos de alimentos, além de descrever o perfil socioeconômico, biodemográfico e antropométrico. Para tanto, foi desenvolvido um estudo descritivo, transversal e retrospectivo, envolvendo 169 trabalhadores de 6 indústrias. A análise dos dados foi realizada no programa Microsoft Excel, utilizando-se medidas de tendência central e dispersão. Os resultados demonstraram maior prevalência de trabalhadores do sexo feminino, com idade entre 40 e 50 anos, casadas, com renda média de 1 salário mínimo e com estado nutricional de sobrepeso, de acordo com a avaliação do IMC. Os grupos alimentares mais consumidos foram café, legumes, feijão, arroz e os grupos dos ingredientes utilizados no preparo de pratos mistos (sal, açúcar, especiarias naturais, óleos e gorduras). Os alimentos que mais contribuíram na ingestão calórica destes trabalhadores foram aqueles dos grupos da carne branca, tubérculos e raízes, carne vermelha e pães. Os grupos que se destacaram por terem as maiores médias de consumo per capita diário foram carne branca, tubérculos e raízes, a combinação “arroz e feijão”, café, suco de frutas e bebidas açucaradas. Conclui-se a partir dos resultados obtidos, que os trabalhadores do estudo ainda mantêm uma dieta à base de alimentos considerados “tradicionais”, apesar disso, observa-se uma prevalência de excesso de peso entre eles. Nesse sentido, faz-se necessário um melhor aprimoramento das ações empregadas pelo PAT, além de um maior aprofundamento nos estudos de caracterização do consumo alimentar, com vistas ao desenvolvimento de ações educativas que impactem positivamente no estado nutricional desta população.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11486
Other Identifiers: 20160136838
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ClassificaçãodoConsumoAlimentar_Viana_2021Texto Completo351,74 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.