Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11324
Title: A arte de viver: um relato sobre o desenvolvimento de grupo de promoção à saúde mental com adolescentes
Authors: Pontes, Karla Lourrana Cavalcante
Keywords: Atenção Básica;Saúde Mental;Adolescentes;Promoção à Saúde;Práticas Integrativas e Complementares;Primary Health Care;Mental Health;Adolescent;Health Promotion;Complementary Therapies
Issue Date: 25-Jan-2021
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PONTES, Karla Lourrana Cavalcante. A arte de viver: um relato sobre o desenvolvimento de grupo de promoção à saúde mental com adolescentes. Orientadora: Lízie Emanuelle Eulalio Brasileiro. 2021. 21 f. Monografia (Especialização) - Curso de Residência Multiprofissional em Atenção Básica, Escola Multicampi de Ciências Médicas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, 2021.
Portuguese Abstract: A Saúde Mental possui diferentes campos e formas de atuação, propiciando a criação de outras maneiras de fazer saúde, principalmente a partir da reforma psiquiátrica. Tem-se como objetivo desenvolver uma forma alternativa de trabalho em saúde mental na atenção básica, inserir o público adolescente dentro das ações da Unidade Básica de Saúde (UBS), promover o cuidado em saúde mental e agregar metodologias participativas no processo da assistência, fortalecendo a atenção básica. Trata-se de relato de experiência do desenvolvimento de grupo voltado para o cuidado em saúde mental, tendo o público-alvo adolescentes, no bairro Walfredo Gurgel, na cidade de Caicó/RN. Contou-se com adolescentes que participaram de seis encontros com metodologias participativas e Práticas Integrativas e Complementares (PIC’s) como a arteterapia, tenda do conto e biodança. Foi percebida a coesão grupal, a elaboração de vivências e compartilhamento de experiências que serviram como produção de saúde e os sujeitos se viram ativos nesse processo. Mostrando-se como uma possibilidade de promoção à saúde mental dentro do contexto da atenção básica. Porém, ainda há a necessidade de maior disseminação das práticas de saúde mental na Atenção Básica, para assim fortalecer a Rede de Atenção Psicossocial, aumentando a oferta de cuidado com diferentes metodologias.
Abstract: Mental Health has different fields and ways of acting, enabling the creation of other ways of doing health, mainly from the psychiatric reform. The objective is to develop an alternative way of working in mental health in primary care, inserting the adolescent public within the actions of the Basic Health Unit (BHU), promoting mental health care and adding participatory methodologies in the assistance process, strengthening basic care. This is an account of the experience of group development focused on mental health care, with the target audience of teenagers, in the neighborhood Walfredo Gurgel, in the city of Caicó / RN. There were teenagers who participated in six meetings with participatory methodologies and Integrative and Complementary Practices (ICP’s) such as art therapy, story tent and biodance. Group cohesion, the elaboration of experiences and the sharing of experiences that served as health production were perceived and the subjects were active in this process. Showing itself as a possibility of promoting mental health within the context of primary care. However, there is still a need for greater dissemination of mental health practices in Primary Care, in order to strengthen the Psychosocial Care Network, increasing the offer of care with different methodologies
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11324
Other Identifiers: 20194000294
Appears in Collections:Residência Multiprofissional em Atenção Básica



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons