Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11290
Title: A família surda: Uma análise a partir dos Determinantes sociais da Saúde
Authors: Oliveira, Nathália Luiza Cândido de
Keywords: Família;. Surdez;Saúde Coletiva
Issue Date: 10-Dec-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: Referência: OLIVEIRA, Nathália Luiza Cândido de. A família surda: uma análise a partir dos determinantes sociais da saúde. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Santa Cruz, 2020.
Portuguese Abstract: INTRODUÇÃO: A deficiência auditiva é um dos problemas sensoriais mais frequentes na população. Além dos fatores médicos existem outros que afetam a saúde, assim, adotouse o modelo de Dahlgren e Whitehead (1991), que inclui os Determinantes Sociais da Saúde (DSS), buscando compreender as condições sociais e ambientais e suas relações com o processo saúde- doença. OBJETIVO: Analisar o discurso de pessoas surdas e seus familiares a partir dos DSS. MÉTODO: Estudo de caráter descritivo, exploratório, transversal, com abordagem qualitativa. A coleta de dados foi realizada em Santa Cruz RN, sendo incluídos indivíduos com surdez, idade maior ou igual a 18 anos e, no mínimo, um familiar também maior de idade, surdo ou ouvinte, indicado como membro da família. Feita uma entrevista semiestruturada, online, por vídeo chamada. Foi realizado um estudo de caso e os achados foram analisados e discutidos através das literaturas pertinentes às temáticas do trabalho. RESULTADOS: Os entrevistados são surdos, casados, têm duas filhas, protestantes e possuem o ensino médio completo. Referem não sair com frequência de casa e quando precisam ir ao comércio e serviços de saúde necessitam escrever ou fazer mimicas para comunicar-se. São instrutotes de Lingua Brasileira de Sinais, moram em casa alugada com saneamento básico. Nunca participaram de conferências de saúde e sentem-se desprezados pela sociedade. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Os surdos precisam ser melhor assistidos, especialmente na saúde e na educação. Portanto,espera-se que políticas públicas sejam criadas e/ou melhoradas visando amenizar as barreiras comunicativas entre os surdos e ouvintes.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11290
Other Identifiers: 20160120945
Appears in Collections:FACISA - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC NATHALIA OLIVEIRA.pdf765.57 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons