Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11232
Title: O desenho na Educação Infantil: para além de rabiscos
Other Titles: Design in childhood education: beyond drawings
Authors: Alves, Antônia Andreza Ribeiro
Keywords: Desenho.;Cultura.;Criança.;Infância.
Issue Date: 11-Dec-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ALVES, Antônia Andreza Ribeiro. O desenho na Educação Infantil: para além de rabiscos. 2020. 91 f. TCC (Graduação) - Curso de Pedagogia, Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: O desenho infantil é uma forma de registro das crianças para representar aquilo que percebem e conhecem. Nos desenhos as crianças vão deixando suas marcas no mundo, assim como ressignificando seu olhar sobre ele. “O DESENHO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: para além de rabiscos” tem como objetivo analisar os desenhos do registro do final de semana como representação simbólica produzido pelas crianças. Desenhos advindos de uma etapa metodológica da pesquisa, produções de crianças entre 4 (quatro) e 5 (cinco) anos de idade matriculados no nível V “B”. Esta turma é composta por 25 crianças, sendo 14 (catorze) meninos e 11 (onze) meninas e fazem parte do Centro Municipal de Educação Infantil na cidade de Parnamirim/RN. A pesquisa ancora-se teoricamente na Psicologia Histórico-Cultural, destacando as contribuições de Lev Semionovich Vigotski sobre o processo do desenvolvimento do simbolismo no desenho infantil, sobre a emergência da dimensão simbólica, da internalização, dos signos. Sendo norteada por uma tipologia documental – tomando os desenhos como documentos – e se desenvolve por uma natureza básica e por uma abordagem qualitativa. Os dados coletados possibilitaram analisar os desenhos sob dois eixos de análise. O primeiro eixo, corresponde ao desenho como signos e busca-se observar os desenhos e escrita, a importância da mediação e a imitação. Já no segundo eixo os desenhos foram analisados como marcas culturais, na qual as vivências das crianças estão relacionadas ao contexto em que tem contato e são representadas no desenho. Pensando na importância dos desenhos no desenvolvimento da aprendizagem e no desenvolvimento infantil é imprescindível que os professores tenham o desenho como forma de atividade permanente, da qual possibilitará que as crianças desenvolvam as habilidades de desenhar, de expressar vivências e de organizar e expressar seu pensamento simbólico. Assim, defende-se o desenho para além de rabiscos pois eles são marca da cultura, são uma expressão simbólica das crianças. O desenho é importante para o desenvolvimento da criança como fonte criadora, como representação do que a criança sabe. O desenho não é só um rabisco, pois ele é expressão, criação e recriação.
Abstract: Children's drawing is a way of registering children to represent what they perceive and know. In the drawings, the children leave their marks on the world, as well as reframing their eyes on him. “THE DESIGN IN CHILDHOOD EDUCATION: beyond scribbles” aims to analyze the drawings from the weekend record as a symbolic representation produced by the children. Drawings from a methodological stage of the research, fruits of children between 4 (four) and 5 (five) years of age enrolled at level V “B”. This class is composed of 25 children, 14 (fourteen) boys and 11 (eleven) girls and are part of the Municipal Center for Early Childhood Education in the city of Parnamirim / RN. The research is theoretically anchored in Historical-Cultural Psychology, highlighting Lev Semionovich Vigotski's contributions on the process of the development of symbolism in children's drawing, on the emergence of the symbolic dimension, of internalization, of signs. Being guided by a documentary typology, where the drawings were analyzed and developed by a basic nature and by a qualitative approach. The collected data made it possible to analyze the drawings under two axes of analysis. The first axis corresponds to drawing as signs and seeks to observe drawings and writing, the importance of mediation and imitation. In the second axis, the drawings were analyzed as cultural marks, in which the children's experiences are related to the context in which they have contact and are represented in the drawing. Thinking about the importance of drawings in the development of learning and child development it is essential that teachers have drawing as a form of permanent activity, which will enable children to develop the skills of drawing, expressing experiences and organizing and expressing their symbolic thinking. Thus, Drawing is advocated in addition to doodles because they are a mark of culture, they are a symbolic expression of children. Drawing is important for the child's development as a creative source, as a representation of what the child knows. Drawing is not just a scribble, it is expression, creation, and recreation.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11232
Other Identifiers: 20170090151
Appears in Collections:Pedagogia (Presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DesenhoEducaçãoInfantil_Alves_2020.pdf949,12 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons