Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11199
Título: Diabetes mellitus, autonomia pessoal e práticas grupais: uma revisão integrativa
Título(s) alternativo(s): Diabetes mellitus, personal autonomy and group practices: an integrative review
Autor(es): Doval, Richienne Thailane do Patrocínio
Palavras-chave: Autonomia pessoal. Processos grupais. Diabetes Mellitus.;Personal autonomy. Group process. Diabetes Mellitus.
Data do documento: 2-Dez-2020
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: DOVAL, Richienne Thailane do Patrocínio. Diabetes Mellitus, autonomia pessoal e práticas grupais: uma revisão integrativa. 2020. 20f. Trabalho de Conclusão do Curso (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2020.
Resumo: Objetivo: identificar evidências acerca das contribuições das práticas grupais na autonomia de pessoas que convivem com diabetes mellitus. Método: revisão integrativa do tipo qualitativa que incluiu artigos indexados nas bases de dados Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE/PubMed), Scientific Electronic Library Online (SciELO.ORG) e Scopus (Elsevier), publicados entre os anos de 2015 a 2019, nas línguas portuguesa e inglesa. O período de coleta ocorreu entre os meses de junho a agosto de 2020. Resultados: incluíram-se 10 artigos, com metodologias variadas e realizados em países distintos. Apesar das variadas abordagens e metodologias, em todos os estudos foi demonstrado algum tipo de efetividade para a aquisição de autonomia pessoal e autocuidado através da participação em intervenção grupal. Conclusão: as práticas grupais desenvolvidas objetivando favorecer o aumento da autonomia e do autocuidado em pessoas convivendo com diabetes mellitus foram múltiplas e mostraram-se eficazes para serem utilizadas, sendo necessário se observar a necessidade de ocorrer reintervenções ao longo do tempo. O acompanhamento com o profissional enfermeiro foi apontado como fundamental no processo gradativo de aquisição destes e no uso das metodologias ativas que possuem baixo custo e, portanto, são cabíveis a serem reproduzidas em diferentes contextos.
Abstract: Objective: identifying evidences of group practices contribution for autonomy of people who live with diabetes mellitus. Method: qualitative integrative review that includes indexed articles in these data bases: Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE/PubMed), Scientific Electronic Library Online (SciELO.ORG) and Scopus (Elsevier). We used articles published between 2015 and 2019, in Portuguese and English. The period of collecting data occurred between June and August 2020. Results: we used ten articles with different methodologies performed in different countries. Despite the different approaches and methodologies, all the studies pointed out to some kind of effectiveness for personal autonomy and selfcare acquisition through participation in group intervention. Conclusion: there were several group practices developed to increase autonomy and selfcare on people who have diabetes mellitus and those practices turned out to efficient usage and new interventions were necessary throughout the time. The observance of a professional nurse was reported as essential for the gradual process of those practices acquisition and the usage of active low-cost methodologies, what turns them out to be reproduced in different contexts.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11199
Outros identificadores: 20160121568
Aparece nas coleções:FACISA - Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC com ficha.pdf
Acesso restrito até 2025-12-17
540,98 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons