Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11019
Title: Desenvolvimento inicial de campo em seis espécies arbóreas da caatinga produzidas em diferentes recipientes
Authors: Costa, Thalles Luiz Negreiros da
Keywords: Restauração florestal;Bambu;Áreas degradadas
Issue Date: 14-Dec-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: COSTA, Thalles Luiz Negreiros da. Desenvolvimento inicial de campo em seis espécies arbóreas da caatinga produzidas em diferentes recipientes. 2020. 43f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - ) - Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias - Escola Agrícola de Jundiaí, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Macaíba-RN, 2020.
Portuguese Abstract: A Caatinga é um bioma da região semiárida brasileira com baixa resiliência e em processo de desertificação. Este cenário de perturbação antropogênica e desertificação, aliado às condições climáticas, torna a Caatinga um ambiente prioritário para a restauração. Para que projetos de reflorestamento consigam bons resultados de sobrevivência e desenvolvimento , as mudas que serão levadas a campo devem apresentar boa qualidade, seja em características morfológicas como também fisiológicas. Baseado nessas informações, o presente estudo tem como objetivo avaliar o desenvolvimento inicial em campo, com base na altura (H) e no diâmetro na base (DNB) das mudas implantadas, de seis espécies nativas da Caatinga produzidas em dois tipos de recipientes, saco de polietileno para mudas e cilindros de bambu, como também a taxa de sobrevivência em uma área degradada localizada em Currais Novos - RN. Foram utilizadas seis espécies nativas, sendo 20 indivíduos por espécie, os quais foram divididos em 10 para o tratamento com saco e 10 para o tratamento em bambu, as seis espécies foram divididas em dois grupos, sendo três pioneiras (P) e três não pioneiras (NP), Erythrina velutina Wilid. (mulungu), Enterolobium contortisiliquum (Vell.) (tamboril), e Cnidoscolus quercifolius Pohl. (favela), e três não pioneiras (NP) Caesalpinia Ferrea Mart (pau ferro, jucá), Amburana cearensis (Allemao) A.C.Sm (cumarú) e Aspidosperma pyrifolium Mart. & Zucc. (pereiro). O plantio foi realizado em abril de 2017, com espaçamento de 3 m x 2 m, e utilizado hidrogel hidratado de fundação. Todos os indivíduos foram plaqueteados e mensurados nos meses de abril/2017, abril/2018 e agosto/2018. Foi observado, melhor sobrevivencia para as pioneiras produzidas em saco, como também melhor desenvolvimento tanto em H como no DNB.
Abstract: The Caatinga is a biome in the Brazilian semi-arid region with low resilience and in the process of desertification. This scenario of anthropogenic disturbance and desertification, combined with climatic conditions, makes the Caatinga a priority environment for restoration. For reforestation projects to achieve good development and development results, as seedlings that will be taken to the field must present good quality, both in morphological and physiological characteristics. Based on this information, the present study aims to evaluate the initial development in the field, based on the height (H) and diameter at the base (DNB) of the seedlings implanted, of six species native to the Caatinga produced in two types of containers, bag polyethylene for bamboo seedlings and cylinders, as well as an emergency taxon in a degraded area located in Currais Novos - RN. Six native species were used, 20 individuals per species, which were divided into 10 for bag treatment and 10 for bamboo treatment, as six species were divided into two groups, three pioneer (P) and three non-pioneer (NP), Erythrina velutina Wilid. (mulungu), Enterolobium contortisiliquum (Vell.) (tamboril), e Cnidoscolus quercifolius Pohl. (favela), e três não pioneiras (NP) Caesalpinia Ferrea Mart (pau ferro, jucá), Amburana cearensis (Allemao) A.C.Sm (cumarú) e Aspidosperma pyrifolium Mart. & Zucc. (pereiro).. Planting was carried out in April 2017, with 3 m x 2 m spacing, and hydrated hydrogel of foundation. All guests were plated and measured in the months of April / 2017, April / 2018 and August / 2018. It was observed, better survival for the pioneers produced in the bag, as well as better development both in H and in DNB.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/11019
Other Identifiers: 2014054624
Appears in Collections:Engenharia Florestal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC.pdf1,67 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons