Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10979
Title: Rentabilidade das companhias da carteira do ISE dentre as mais negociadas na B3: uma análise comparativa
Authors: Dantas, Luanne Santiago
Keywords: Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE);Índice Brasil 100 (IBrX100);Desempenho econômico-financeiro;Sustentabilidade;Corporate sustainability index (CSI);Brazil 100 Index;Economic and financial performance;Sustainability
Issue Date: 4-Dec-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: DANTAS, Luanne Santiago. Rentabilidade das companhias da carteira do ISE dentre as mais negociadas na B3: uma análise comparativa. 2020. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Contábeis) - Departamento de Ciências Contábeis, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: O presente trabalho propõe como objetivo analisar o desempenho econômico-financeiro das companhias que compõem o ISE em comparação às demais empresas do IBrX100. Essa comparação é realizada com a intenção de compreender se as empresas com uma posição sustentável, possuem um melhor desempenho econômico-financeiro por tentar utilizar o viés da sustentabilidade como vantagem competitiva. A análise é realizada utilizando as empresas que compõe as carteiras do IBrX100 e do ISE no período do 4º trimestre de 2020, conforme disponível no site da B3. Sendo assim, a janela temporal definida para análise abrange o período de 2017 a 2019. A amostra formada pelas 91 empresas selecionadas, segregou as empresas que compõe o IBrX100 em dois grupos, o primeiro formado pelas 28 empresas que compõe o ISE e que também estão presentes na carteira do IBrX100, ou seja, as empresas em comum, e outro formado pelas 63 empresas do IBrX100 que não estão presentes na carteira do ISE. A partir das demonstrações financeiras e notas explicativas das empresas utilizadas no trabalho foram calculados os seguintes índices selecionados para a análise: Retorno sobre o capital investido (ROIC), Retorno sobre o patrimônio líquido (ROE), Valor econômico agregado (EVA) por ação e o Ebitda por ação. Para comparar esses índices entre os dois grupos foi utilizado o Teste Mann-Whitney. Por fim, os resultados indicaram que as empresas possuem valores de índices estatisticamente iguais, portanto, nenhum dos dois grupos apresenta vantagem competitiva perante o outro, logo, pode-se concluir que as empresas que utilizam do viés da sustentabilidade, dentro das condições propostas no trabalho, não tem desempenho econômico-financeiro superior as demais empresas que possuem as ações mais negociadas na B3.
Abstract: The present work proposes to analyze the economic and financial performance of the companies composing the ISE, enterprises sustainability index, in comparison to the other companies composing the IBrX100, the one first hundredth most traded titles in Brazil’s market. Said comparison is made with the intention of understanding whether companies with a sustainable position have a better economic and financial performance given their use of sustainability as a competitive advantage. The analysis is performed using the companies present on the IBrX100 and ISE indexes, from 2017 to 2019, as available on the B3's website. The sample is formed by the 91 companies, these being divided into two groups, the first is composed by the 28 companies that make up the ISE and that are also present in the IBrX100 portfolio, that is, common companies, while the second group is formed by the 63 IBrX100 companies that are not present in the ISE portfolio. From the financial statements and explanatory notes of the companies used in the work, the following indexes selected for analysis were calculated: Return on invested capital (ROIC), Return on equity (ROE), Economic value added (EVA) per share and Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization (Ebitda) per share. In order to compare these indicators between the two groups, the Mann-Whitney test was used. Finally, the results indicated that the companies have statistically equal index values, therefore, neither one of the two groups have a competitive advantage over the other, allowing the conclusion that, companies that use the argument of sustainability, within the conditions proposed at work, thus, it has no superior economic and financial performance than the the companies that compose the IBrX100.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10979
Other Identifiers: 2016039903
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RentabilidadeDasCompanhiasDaCarteiraDoISE_Dantas_2020.pdf353.65 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons