Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10957
Title: Relação entre variáveis sociodemográficas, obstétricas e qualidade de vida de gestantes de baixo risco: um estudo transversal
Other Titles: Relationship between sociodemographic, obstetric variables and quality of life of low-risk pregnant women: a cross-sectional study
Authors: Melo, Ana Beatriz Henriques Vilar de
Keywords: Gravidez;Qualidade de vida;Nível educacional;Renda;Idade;Pregnancy;Quality of life;Educational status;Age;Income
Issue Date: 30-Nov-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MELO, Ana Beatriz Henriques Vilar de. Relação entre variáveis sociodemográficas, obstétricas e qualidade de vida de gestantes de baixo risco: um estudo transversal. 2020. 56f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Departamento de Fisioterapia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: Introdução: A qualidade de vida pode ser afetada por diversos fatores, dentre eles estão os sociodemográficos e até alterações físicas, como as que ocorrem no corpo das mulheres durante a gravidez. Objetivo: O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre idade cronológica, escolaridade, renda familiar, idade gestacional e qualidade de vida em gestantes de baixo risco. Métodos: Estudo transversal com 235 gestantes. Todas as participantes foram avaliadas por meio dos instrumentos: Ficha de Avaliação Obstétrica Individual e Índice de Qualidade de Vida de Ferrans e Powers. Para analisar a influência das variáveis de exposição sobre a variável de desfecho, foi realizada a Regressão Linear. Resultados: A análise multivariada indicou que a idade cronológica (P = 0,014), a escolaridade (P = 0,001) e a renda familiar (P = 0,001) influenciaram na qualidade de vida das gestantes. Conclusão: A qualidade de vida está relacionada à idade cronológica, escolaridade e renda. Assim, sugeriu-se que intervenções específicas sejam realizadas com atenção a essas variáveis a fim de melhorar a qualidade de vida dessa população.
Abstract: Introduction: Quality of life can be affected by several factors, among which are sociodemographic and even physical changes, such as those that occur in the body of women during pregnancy. Objective: The purpose this study was to analyze the relationship between chronological age, schooling, family income, gestational age and quality of life. Methods: A cross-sectional study of 235 pregnant women. All participants were assessed using the instruments: Individual Obstetric evaluation form and the Ferrans and Powers Quality of Life Index. To analyze the influence of exposure variables on the outcome variable, Linear Regression was performed. Results: The multivariate analysis indicated that chronological age (P=0.014), schooling (P=0.001) and family income (P=0.001) influenced the quality of life of pregnant women. Conclusion: The Quality of life is related to chronological age, education level and income. Thus, suggested that specific interventions be performed with attention to these variables in order to improve the quality of life of this population.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10957
Other Identifiers: 20155134752
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relaçãoentrevariáveissociodemográficas_Melo_2020Texto Completo1,47 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons