Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10857
Title: O slogan como elemento da linguagem publicitária
Authors: Cavalcanti, Gabriela Serejo Macedo Dantas
Keywords: Linguagem Publicitária;Slogans;Publicidade;Posicionamento;L’Óreal Paris.;Advertising
Issue Date: Dec-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CAVALCANTI, Gabriela Serejo Macedo Dantas. O slogan como elemento da linguagem publicitária. 2020. 105f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Publicidade e Propaganda) – Departamento de Comunicação Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: Este trabalho estuda os elementos da linguagem publicitária, a partir de uma visão teórica sobre a construção de textos publicitários, sua relação com o gênero discursivo e argumentativo, além dos recursos que os caracterizam. O caráter persuasivo da publicidade e propaganda para convencer o público a consumir produtos ou serviços, está incutido na comunicação das marcas, aparecendo em diversos espaços de maneira estratégica. O enfoque desta pesquisa está no artifício da publicidade que é a porta de entrada das marcas para os seus consumidores: os slogans. A partir da definição de autores como Perez (2004), Negri (2011), Figueiredo (2006) e Iasbeck (2002), compreendemos a significação e as funcionalidades do slogan, como também, destacamos o seu caráter político e comercial através das três gerações que marcam a sua evolução, defendida pelo autor Figueiredo (2006). Após refletir sobre as particularidades do slogan, a construção, posicionamento, identidade e memorização das marcas, foi utilizada a metodologia de estudo de caso para conhecer um pouco mais sobre a história do slogan “Porque Você Vale Muito” da marca multinacional de cosméticos L’Óreal Paris. Neste estudo, compreendemos a importância do contexto histórico no posicionamento da marca, que, além de buscar elevar a autoestima das mulheres como público principal, amplia o discurso dos movimentos feministas ocorridos no período dos quase 50 anos de divulgação do slogan.
Abstract: The present academic work details the elements of advertising language from a theoretical perspective on the construction of advertisement texts, their relation to the discursive and argumentative genres, and also the features by which they are characterized. The persuasiveness used in advertising to convince the audience to consume products or services is embedded in the communication of the brands and can be seen in several spaces in a strategic manner. The focus of this research is the advertising mechanism considered the gateway between brands and their consumers: the slogan. From the definition of authors such as Perez (2004), Negri (2011), Figueiredo (2006) and Iasbeck (2002), we can not only understand the significance and functionality of the slogan, but also emphasize its political and commercial character through the three generations which marked its evolution, as advocated by Figueiredo (2006). After reflecting upon the particularities of the slogan, the construction, positioning, identity and memorization of the brands, a case study methodology was applied to delve deeper into the history of the slogan “Because You’re Worth It”, from the multinational cosmetics company L’Óreal Paris. In this study we comprehend the importance of historical context to the positioning of a brand that went beyond seeking to elevate the self-esteem of women as target audience, and amplified the discourse of feminist movements throughout the nearly 50 years since the slogan has been in use.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10857
Other Identifiers: 20170006256
Appears in Collections:Comunicação Social - Publicidade e Propaganda

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OSloganComoElemento_Cavalcanti_2020.pdfO Slogan Como Elemento da Linguagem Publicitária - Gabriela Serejo Macedo Dantas Cavalcanti3.23 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons