Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10774
Title: Análise das interações medicamentosas em psiquiatria: uma abordagem sobre as prescrições de pacientes internados.
Authors: Albuquerque, Jaine Lima de
Keywords: Interações medicamentosas;Medicamentos psicotrópicos;Psiquiatria
Issue Date: 22-Oct-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ALBUQUERQUE, Jaine Lima de. Análise das interações medicamentosas em psiquiatria: uma abordagem sobre as prescrições de pacientes internados. 2020. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Departamento de Farmácia, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: As interações medicamentosas são caracterizadas pelas alterações dos efeitos clínicos de um medicamento devido seu uso simultâneo com outras substâncias. Esses efeitos podem ser desejáveis ou indesejáveis. Ao longo dos anos é notório a crescente no número de pessoas que sofrem algum tipo de transtorno mental e por consequência o uso de medicamentos que tratam as manifestações clínicas. O objetivo deste estudo foi fazer uma análise dos medicamentos prescritos para paciente psiquiátricos internados em um hospital psiquiátrico e confrontar com a literatura, buscando identificar interações medicamentosas. Trata-se de um estudo de caso, prospectivo. Os dados para a pesquisa foram coletados na própria farmácia central da instituição. A verificação das potenciais interações medicamentosas foi feita através da base de dados Micromedex®. A classe de medicamentos psicotrópicos orais mais prescrita foi de antipsicóticos. O haloperidol foi o medicamento psicotrópico líquido mais prescrito. O complexo B e a prometazina estiveram entre os medicamentos gerais mais prescritos. Foram contabilizadas um total de 25 interações medicamentosas, com uma média de aproximadamente 1,78% de interações por ficha de prescrição. Dentre elas foram contabilizadas 19 diferentes interações medicamentosas. Cerca de 73,68% das interações foram consideradas de maior gravidade, 21,05% de gravidade moderada e 5,26% das interações os medicamentos tinham o uso concomitante contraindicado. O estudo identificou uma alta prevalência de potenciais interações medicamentosas, sendo a maior parte delas interações de maior gravidade. Também foi encontrada uma alta prevalência da prescrição de medicamentos antipsicóticos e a maior parte deles estiveram envolvidos nas interações medicamentosas.
Abstract: Drug interactions are characterized by the alterations of the clinical effects of a medication due to its simultaneous use with other substances. These effects can be desirable or undesirable. Over the years, it's perceptible to increasing in the number of people who suffer some kind of mental disorder and in consequence the use of medications that treat clinical demonstrations. The objective of this study was to analyze the prescribed medication for psychiatric patient admitted to a psychiatric hospital and confront with literature, seeking to identify medication medicated interactions. It's a case study, prospective. The data for the research was collected at the institution's own central pharmacy. The verification of potential medicated interactions was done through the Micromedex database. The most prescribed psychotropic medicines classes were antipsychotic. The haloperidol was the most prescribed psychotropic medicine. Complex B and the promethazine were among the most prescribed general medications. They've accounted for a total of 25 medals, with an average of approximately 1.78% prescription records. Among them were accounted for 19 different medicines interactions. About 73.68% of interactions were considered larger gravity, 21.05% moderate gravity and 5.26% of interactions the medications had its concomitant use contraindicated. The study identified a high prevalence of potential drug interactions, most of which are more serious interactions. A high presence of prescription of antipsychotic drugs was also found, and most of them were affected in drug interactions.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10774
Other Identifiers: 20160126869
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Análisedasinteraçõesmedicamentosas_Albuquerque_2020Texto Completo803,43 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.