Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10717
Title: Espectroscopia no infravermelho próximo em plasma sanguíneo com análise quimiométrica para classificação de HIV na gestação
Other Titles: Near-infrared spectroscopy of blood plasma with chemometric classifier analysis towards HIV discrimination during pregnancy
Authors: Peres, Ana Flavia Souza
Keywords: HIV;Transmissão Vertical;Infravermelho Próximo;Espectroscopia
Issue Date: 24-Jul-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PÉRES, Ana Flávia Souza. Espectroscopia no infravermelho próximo em plasma sanguíneo com análise quimiométrica para classificação de HIV na gestação. 2020. 56 f. Monografia (Graduação em Biomedicina) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: A pandemia da AIDS iniciou-se nos anos 80 e nos dias atuais atinge quase 38 milhões de pessoas, sendo mais de 18 milhões mulheres. Com isso, surge um novo desafio: o controle da transmissão vertical (TV) do HIV. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), haviam cerca em 1,3 milhões de mulheres grávidas convivendo com HIV em 2018. A taxa de TV em pacientes cujo diagnóstico é tardio e não há tempo hábil para um tratamento e profilaxia corretos varia de 15 a 45%, contudo, essa taxa cai para menos de 5% em pacientes com diagnóstico e tratamento precoces. Sabe-se que no Brasil, uma larga parcela da população feminina gestante não realiza o pré-natal adequado. Assim, muitas mulheres acabam descobrindo a infecção pelo HIV apenas na hora do parto, o que dificulta a adoção de medidas para a prevenção da TV. O diagnóstico para o HIV pode ser realizado de inúmeras formas, devido à grande disponibilidade de técnicas disponíveis no mercado, contudo, apesar de seus aceitáveis níveis de sensibilidade e especificidade, tais testes costumam ter um custo elevado e requerem mão de obra qualificada para seu desenvolvimento e aplicação. Assim, novas metodologias baseadas nas técnicas espectroscópicas tem sido amplamente utilizadas na classificação de amostras biológicas. A espectroscopia de infravermelho próximo (NIR) é uma técnica simples e de baixo custo capaz de gerar espectros de absorção em uma determinada faixa de frequência da radiação, conhecida por janela biológica, a partir da qual é possível diferenciar grupos de amostras com o auxílio de algoritmos quimiométricos. O objetivo do presente trabalho é, portanto, diferenciar os grupos de gestantes na presença e ausência do HIV no plasma para avaliar se o método é eficaz e promissor para se tornar uma nova forma ferramenta para o diagnóstico do HIV.
Abstract: The AIDS pandemic started during the 80s and nowadays it afflicts almost 38 million people, with more than 18 million being women. Thereby, a new challenge comes up: the control of vertical transmission (VT) of HIV. According to WHO (World Health Organization), there were 1.3 million pregnant women living with HIV in 2018. The VT rate in patients whose diagnosis are late and there is no able time to perform treatment and prophylaxis varies from 15 to 45%, yet, this rate falls to less than 5% if the patient have an early diagnosis and treatment. It is known that in Brazil, a large portion of the women population does not have the appropriate pre natal care. Thus, many women only finds out the HIV infection during birth time, which makes it difficult to adopt preventive measures. The HIV diagnosis can be done by innumerous ways because of the large number of techniques available in the market, although, despite their acceptable levels of sensibility and specificity, those tests usually have high costs and require skilled labor. Thereby, new methodologies based on spectroscopic techniques have been widely applied for classification of biological samples. The near-infrared (NIR) spectroscopy is a simple and low cost technique able to generate absorption spectra from a determined radiation frequency range known as biological window, from which it is possible to differentiate groups of samples with the help of chemometric algorithms. The objective of this present work is to differentiate the groups of pregnant women in the presence and absence of HIV virus in plasma for the evaluation of the method, whether it is effective and promising to become a new tool for the performance of HIV diagnosis.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10717
Other Identifiers: 20150141852
Appears in Collections:Biomedicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EspectroscopiaHIV_PERES_2020.pdfTCC NIR HIV - Ana Flavia Peres, 20202.23 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.