Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10710
Title: Alterações cardiovasculares em pacientes com a síndrome congênita do vírus Zika
Other Titles: Cardiovascular alterations in patients with congenital Zika syndrome
Authors: Souza, Pedro Vítor Silveira de
Keywords: Infecção por Zika vírus;Zika Virus infection;Anormalidades Congênitas;Congenital Abnormalities;Cardiopatias congênitas;Congenital Heart Defects;Cardiopatias;Heart Diseases
Issue Date: 28-Jul-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SOUZA, Pedro Vítor Silveira de; MELO, Áurea Nogueira de; MAIA, Cláudia Rodrigues Souza; BEZERRA, Mylena Taíse Azevedo Lima; PINTO, Maria Isabel de Moraes; ARRAIS, Nivia Maria Rodrigues; LEITE, Gisele Correia Pacheco. Alterações cardiovasculares em pacientes com a síndrome congênita do vírus Zika. 2020. 23 f. Trabalho Científico Obrigatório (Graduação do Curso de Medicina) - Departamento de Pediatria, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: Introdução: A síndrome congênita do vírus Zika (SCZ) apresenta um amplo espectro de anormalidades congênitas, sobretudo neurológicas, como a microcefalia. Estudos avaliaram as cardiopatias congênitas (CC) como possíveis componentes desse espectro e evidenciaram um aumento da prevalência de CC sem repercussão hemodinâmica em crianças com a SCZ. Este estudo objetivou avaliar a frequência de CC nessa população. Metodologia: Estudo transversal, retrospectivo, com pacientes diagnosticados com a SCZ, atendidos no período de maio de 2015 a março de 2020 no Ambulatório Multiprofissional de Infecções Congênitas de um Serviço Universitário de Referência, em Natal/RN, Brasil. Resultados: Preencheram os critérios para diagnóstico da SCZ e realizaram ecocardiograma 51 pacientes; destes, 18 (35.3%) apresentaram alteração ao exame; 10 (19.6%) evidenciaram CC leves, e nenhum caso cursou com repercussão hemodinâmica ou apresentou CC moderadas ou graves. Nenhuma criança teve confirmação sorológica para coinfecções congênitas. Conclusão: Observou-se nas crianças com a SCZ uma frequência de CC leves superior à prevalência de CC na população brasileira, todavia, nenhum caso apresentou CC graves ou repercussão hemodinâmica. Portanto, sugere-se que o rastreio cardiológico para pacientes com suspeita ou confirmação de exposição intrauterina ao vírus Zika siga o mesmo protocolo utilizado para a população em geral.
Abstract: Introduction: Congenital Zika syndrome (CZS) presents a wide spectrum of congenital abnormalities, especially neurological, such as microcephaly. Studies have evaluated congenital heart diseases (CHD) as possible components of this spectrum and have shown an increase in the prevalence of CHD without hemodynamic repercussions in this group. This study aimed to evaluate the frequency of CHD in children with CZS. Methodology: Retrospective cross-sectional study with patients diagnosed with CZS, evaluated between May 2015 and March 2020 at the Multiprofessional Outpatient Clinic for Congenital Infections of a University Reference Service in Natal/RN, Brazil. Results: Fifty-one patients met the criteria for diagnosing CZS and underwent echocardiography; 18 (35.3%) presented altered exams; 10 (19.6%) showed evidence of mild CHD, and no cases presented hemodynamic repercussion or had moderate or severe CHD. No children had serological confirmation for congenital co-infections. Conclusion: Children with CSZ presented a frequency of mild CHD higher than the prevalence of CHD in the Brazilian population; however, no cases were classified as severe CHD or had hemodynamic repercussion. Therefore, it is suggested that cardiological screening for patients with suspected or confirmed intrauterine exposure to Zika virus should follow the same protocol used for the general population.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10710
Other Identifiers: 20170012173
Appears in Collections:Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alteraçõescardiovascularesempacientes_SOUZA_2020Texto completo388.94 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons