Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10650
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBrandão, Pamela de Medeiros-
dc.contributor.authorVarela, Jaime Coutinho-
dc.date.accessioned2020-06-25T13:57:00Z-
dc.date.available2020-06-25T13:57:00Z-
dc.date.issued2018-07-09-
dc.identifier2013074829pt_BR
dc.identifier.citationVARELA, Jaime Coutinho. Economia solidária, maricultura e condições de vida: o caso das maricultoras da Associação de Maricultura e Beneficiamento de Algas de Pitangui – AMBAP. 2018. 80f. Monografia (Graduação em Administração) - Departamento de Ciências Administrativas, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10650-
dc.description.abstractThe present work analyzes the influence of the economic solidary activities executed on the living conditions of the women maricultores associated with AMBAP. Therefore, it characterized AMBAP in the territorial context of the community of Pitangui; described the economic solidary activities developed; characterized the socioeconomic profile of associated mariculture producers; evidenced the before and after in the life trajectory of the women maricultores, with the participation in this Economic Solidary Enterprise (ESE); and finally identified the perception of the women maricultores about the economic, cultural, social and political contributions coming from the participation in AMBAP. It is a descriptive research with a qualitative approach, which used the interview as techniques of data collection with the women maricultores of AMBAP. As a result, it was verified that the economic solidary activities performed in the AMBAP have positively influenced both the living conditions of the mariculture producers and the community of Pitangui. The performance of these activities indicates that the association, in addition to the activities of production and marketing of its products, has assumed cooperative principles as a premise of operation, expressed especially with respect to educational activities, its relationship with the community and concern for environmental preservation.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectEconomia Solidáriapt_BR
dc.subjectMariculturapt_BR
dc.subjectCondições de vidapt_BR
dc.subjectPitangui (RN)pt_BR
dc.subjectAMBAPpt_BR
dc.subjectSolidary economypt_BR
dc.subjectMariculturept_BR
dc.subjectLife conditionspt_BR
dc.titleEconomia solidária, maricultura e condições de vida: o caso das maricultoras da Associação de Maricultura e Beneficiamento de Algas de Pitangui – AMBAPpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Brandão, Pamela de Medeiros-
dc.contributor.referees2Paiva, Juarez Azevedo-
dc.description.resumoO presente trabalho analisa a influência das atividades econômico-solidárias exercidas nas condições de vida as maricultoras associadas à Associação de Maricultura e Beneficiamento de Algas de Pitangui – AMBAP. Para tanto, caracterizou a AMBAP no contexto territorial da comunidade de Pitangui; descreveu as atividades econômico-solidárias desenvolvidas; caracterizou o perfil socioeconômico das maricultoras associadas; evidenciou o antes e o depois na trajetória de vida das maricultoras, com a participação nesse Empreendimento Econômico Solidário (EES); e por fim identificou a percepção das maricultoras sobre as contribuições econômica, cultural, social e política advindas com a participação na AMBAP. Trata-se de uma pesquisa descritiva com uma abordagem qualitativa, que utilizou entrevista como técnica de coleta de dados junto às maricultoras da AMBAP. Como resultado, verificou-se que as atividades econômico-solidárias realizadas na AMBAP têm influenciado positivamente tanto nas condições de vida das maricultoras quanto na comunidade de Pitangui. O desempenho dessas atividades indica que a associação, para além das atividades de produção e comercialização de seus produtos, tem assumido princípios cooperativos como premissa de funcionamento, expressos especialmente no que diz respeito às atividades educacionais, sua relação com a comunidade e a preocupação com a preservação ambiental.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentGraduação em Administraçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.contributor.referees3Cardoso, Bruno Luan Dantas-
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EconomiaSolidaria_Varela_2018.pdfMonografia_Varela_20182,2 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons