Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10630
Title: Impacto da capacitação dos profissionais da atenção básica de saúde quanto ao diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil
Authors: Silva Júnior, Luiz Cândido da
Keywords: Atenção Primária à Saúde; Diagnóstico Precoce; Pediatria; Neoplasias.
Issue Date: 3-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA JÚNIOR, Luiz Cândido da. Impacto da capacitação dos profissionais da atenção básica de saúde quanto ao diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil. 2019. 17 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução e Objetivo: Cerca de 80% das crianças e adolescentes diagnosticados com diagnóstico de câncer vivem em países de média e baixa renda, com tratamento limitado e as chances de cura reduzidas. Os profissionais da Atenção Básica (AB) à Saúde, diante uma suspeita câncer, devem saber conduzir o caso precemente. Esse trabalho objetiva avaliar a eficácia de um programa de capacitação sobre o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil, entre profissionais da na Atenção Básica. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo de intervenção realizado entre os anos de 2015 e 2018. O estudo foi realizado em três etapas: aplicação de um pré-teste, capacitação e aplicação de um pós-teste, nesta ordem. Os resultados foram apresentados por meio de estatística descritiva, mediante o uso de tabelas com valores absolutos e relativos dos dados e uma análise bivariada com o teste T de Student ou Wilcoxon. Para a verificação do efeito líquido da associação dos fatores relacionados à diferença do percentual de acertos, foi realizada a Regressão Logística com variância robusta para um nível de confiança de 95%. Resultados: Na amostra final, composta por 143 profissionais da AB à saúde, houve uma diferença percentual positiva entre o número de acertos no pós-teste em relação ao pré-teste, com aumento no número de acertos no pós-teste. No modelo ajustado, a diferença no percentual de acertos pré-teste e pós-testes apresentou associação estatisticamente significativa à profissão de Agente Comunitário de Saúde (ACS) e aos profissionais formados em instituições privadas. Conclusões: Os profissionais da AB melhoraram sua performance no pós-teste em relação ao pré-teste com a capacitação. A aplicação de um programa de diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil tem um impacto positivo nos conhecimentos acerca da doença entre os profissionais da AB.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10630
Other Identifiers: 2015078729
Appears in Collections:Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Impactodacapacitaçãodosprofissionaisdaatenção_SilvaJúnior_2019Texto Completo498.37 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.