Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10619
Title: Características epidemiológicas da fratura de fêmur em idosos no estado do Rio Grande do Norte entre 2008 e 2018
Authors: Soares, Davi Mateus Macedo
Lima, Yasmin Nascimento de
Keywords: Fratura de quadril;Osteoporose;Idoso;Idoso de 80 anos ou mais;Estudo de série temporal;Hip fracture;Osteoporosis;Aged;Aged, 80 and over;Timed series studies
Issue Date: 28-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SOARES, Davi Mateus Macedo; LIMA, Yasmin Nascimento de. Características epidemiológicas da fratura de fêmur em idosos no estado do Rio Grande do Norte entre 2008 e 2018. 2019. 25 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, 2019.
Portuguese Abstract: A fratura de fêmur é uma das mais significativas causas de mortalidade e perda de funcionalidade da população geriátrica. Assim como outras doenças mais frequentes nesta faixa etária, a fratura tem sua importância aumentada em razão do contexto de envelhecimento populacional em que vivemos. Trata-se de um evento relacionado a altos custos hospitalares e extra hospitalares, principalmente em razão das complicações que são frequentes nesta faixa etária e das consequências a longo prazo que esta patologia acarreta. Dentre as causas mais relacionadas com a ocorrência de fratura de fêmur, a osteoporose figura como uma das mais importantes. Trata-se de uma doença caracterizada pelo distúrbio da microarquitetura óssea, levando a um osso frágil e mais suscetível a fraturas. Estudos sobre este evento indicam que há uma elevada incidência em todo o país, e especialmente elevada nas regiões Sul e Sudeste, quando comparadas à região Nordeste. Apesar disto, estudos específicos para o Rio Grande do Norte inexistem. Os dados sobre o número de casos foram obtidos através do DATASUS, a população do estado pelo censo de 2010 do IBGE, e então foi calculada a incidência. Em nosso trabalho, foi evidenciada uma incidência média anual de 173,76 casos/100.000 habitantes, ligeiramente inferior à média nacional, mas superior à média do Nordeste. Esta incidência foi quase o dobro em mulheres em relação a homens (222,84 casos/100.000 habitantes vs. 111,66 casos/100.000 habitantes, respectivamente), o que corrobora com outros estudos sobre o assunto. Em relação à idade, observou-se que a faixa etária acima de 80 anos foi responsável pelo maior número de internações e de óbitos durante todo o período estudado. O custo médio por internação que encontramos foi de R$ 2424,20. Este valor está muito abaixo do encontrado em outros estudos no Sistema Suplementar de Saúde e em outros países, porém semelhante a outro estudo que se utilizou de dados do DATASUS, o que nos leva a crer que os valores encontrados neste estudo estão abaixo dos valores reais e não refletem o verdadeiro impacto da fratura de fêmur em idosos no Sistema Único de Saúde. Por fim, nosso estudo evidencia que houve um aumento significativo de 36% no número de casos em 2018 em relação ao ano anterior, sendo este aumento ainda maior no sexo feminino (47%), quando comparado ao sexo masculino. É necessário que mais investigações sejam realizadas no futuro para avaliar se isto se trata de um aumento pontual ou se mostrará como uma tendência para esta patologia na população idosa.
Abstract: Hip fracture is one of the most significant causes of mortality and loss of functionality in the geriatric population. Just as other diseases that are more frequently found in this age group, hip fractures have its importance increased as a result of the context of population aging that we live. It is an event related to substantial health services costs, especially considering that complications that are frequent in this age group and the long-term consequences of this event. As of the causes for the occurrence of hip fractures, osteoporosis is considered one of the most important. It is a disease characterized by a disturbance of the bone microarchitecture, resulting in bones that are fragile and more susceptible to fractures. Various studies indicate that the incidence of this disorder is substantial in all of Brazil, specifically in the South and the Southeast Regions of this country, when compared to the Northeast Region. On the other hand, studies restricted to the Rio Grande do Norte state do not exist. The data on the number of cases was collected from DATASUS, the population data was retrieved from the 2010 IBGE census, and then, the incidence was calculated. In this research, we found that the mean annual incidence of hip fractures was 173,76 cases/100.000 habitants, slightly inferior to the national incidence, but superior to the average incidence of the Northeast Region. The incidence of hip fractures was almost the double in women when compared to men (222,84 cases/100.000 habitants vs. 111,66 cases/100.000 habitants, respectively), that information is in accordance to the findings in literature about the topic. By analysing the age, we noticed that the most cases of hip fracture and deaths occurred in the patients aged 80 and over for all the examined time. The mean cost per hospitalization was R$2424,20 in our study. This value is noticeably low when compared to the amount presented in other articles on the Sistema Suplementar de Saúde and other countries, although it is similar to another study that used data from DATASUS. We speculate that the numbers that we found are underestimated and do not reflect upon the real impact of this event on the Sistema Único de Saúde. At last, we noticed that there was a significant increase in the number of cases in 2018 (36%) in comparison to the former year. This increase was more considerable in women (47%) in contrast to men. It is crucial to investigate in the future if this rise is punctual or if it means a change in the trends of hip fracture in this population.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10619
Other Identifiers: 2016080884
2016084266
Appears in Collections:Medicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Característicasepidemiológicasdafraturadefêmur_Soares_Lima_2019Texto Completo376.87 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons