Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10610
Title: Incidência e mortalidade da neoplasia maligna de fígado na América Latina
Authors: Silva, Nayara
Keywords: Incidência, Mortalidade, Epidemiologia, Neoplasias Hepáticas.;Incidence, Mortality, Epidemiology, Liver Neoplasms
Issue Date: 5-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Nayara Costa. Incidência e mortalidade da neoplasia maligna de fígado na América Latina. 2019. 33 f. Monografia (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Santa Cruz, 2019.
Portuguese Abstract: Objetivos: analisar as tendências da incidência e mortalidade para o câncer de fígado na América Latina. Métodos: estudo ecológico de série temporal, com dados de incidência extraídos da Agência Internacional para Pesquisa do Câncer (IARC) e dados de mortalidade obtidos de 17 países da Organização Mundial da Saúde (OMS). Resultados:houve tendências de aumento na incidência para o câncer de fígado e ductos biliares intra-hepáticosna maioria dos países, com maiores taxas de incidência em Goiânia (Brasil) e Quito(Equador) na faixa etária 60-74 anos. Para mortalidade,houve tendência de reduçãopara a maioria dos países. As maiores taxas de mortalidade ocorreram na faixa etária de 60-74 anos para o sexo masculino em Belize 46,9 óbitos por 100.000 habitantes e na Guatemala42,0 óbitos por 100.000 habitantes para o sexo feminino. Conclusão: a tendência de incidência do câncer de fígado na América Latina foiaumento na maioria dos países estudados. Para a tendência de mortalidade dos 17 países analisados,ocorreuestabilidade e redução nas tendências, observamos que na faixa etária de 60-74 anos, nos países do Brasil, El Salvador e Nicarágua apresentou aumento para o sexo masculino e no Panamá para o sexo feminino.
Abstract: Objectives: To analyze trends in incidence and mortality for liver cancer in Latin America. Methods: time series ecological study, with incidence data from the International Agency for Research on Cancer (IARC) and mortality data from 17 countries of the World Health Organization (WHO). Results: There was a trend towards increased incidence for liver and intrahepatic bile duct cancer in most countries, with higher incidence rates in Goiânia (Brazil) and Quito (Ecuador) in the age group 60-74 years. For mortality, there was a downward trend for most countries. The highest mortality rates occurred in males aged 60-74 years in Belize 46.9 deaths per 100,000 inhabitants and in Guatemala 42.0 deaths per 100,000 inhabitants in females.Conclusion: The trend of incidence of liver cancer in Latin America was increasing in most of the countries studied. For the mortality trend of the 17 countries analyzed, there was stability and reduction in trends. We observed that in the age group of 60-74 years, in the countries of Brazil, El Salvador and Nicaragua showed an increase for males and Panama for females.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10610
Other Identifiers: 20155132720
Appears in Collections:FACISA - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC NAYARA.pdf
Restricted Access Until 2020-12-01
Parte da Monografia será submetida a revista
887.54 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons