Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10597
Title: Casa porto: anteprojeto de um espaço de acolhimento infantil
Authors: Furtado, Beatriz de Freitas
Keywords: Projeto de arquitetura - Monografia;Espaço de acolhimento institucional - Monografia;Espaço infantil - Monografia;Percepção espacial - Monografia
Issue Date: 27-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FURTADO, Beatriz de Freitas. Casa porto: anteprojeto de um espaço de acolhimento infantil. 2019. 164f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: São notórios os avanços na política brasileira da Assistência Social, principalmente no que diz respeito à defesa da criança e do adolescente em situação de vulnerabilidade social, buscando cada vez mais a reinserção positiva do indivíduo na sociedade. Diante de diversas políticas inclusivas, um progresso conquistado ao longo dos anos é o Espaço de Acolhimento Infantil Institucional, no qual se almeja o retorno da criança ao seu vínculo comunitário de origem, reintegrando os jovens à sociedade. É perceptível o crescimento no Brasil da população infantil em situação de rua de forma exacerbada, caracterizando um grave problema social aos gestores e à sociedade em geral no que tange o Direito à Cidade. À vista disso, foi lançada em 2016 uma resolução criando uma nova classificação dos Espaços de Acolhimento Institucionais especificamente para crianças em situação de rua, denominada Resolução CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 1. Essa realidade impulsionou a proposta projetual apresentada no presente trabalho, levando em consideração as condições, no geral, não satisfatórias e inadequadas dos espaços onde se insere o Acolhimento, na maioria dos casos moradias adaptadas para este fim, prejudicando o aproveitamento dos usos da instituição. Nesse contexto, propõe-se um Anteprojeto de Arquitetura de um Espaço de Acolhimento Institucional Infantil do tipo Casa-Lar, categoria que se destaca na tentativa de recriar uma rotina familiar em seu interior, visando proporcionar condições de vida digna e de desenvolvimento para os usuários. Portanto, objetivou-se a criação de um espaço com caráter lúdico e facilitador para o crescimento da criança, fazendo uso da aplicação de conceitos da Psicologia Ambiental e Percepção Espacial em conjunto com certos elementos da conceituação da Arquitetura Sensorial. A pesquisa se deu por meio de estudos de referencial teórico e empírico, embasando com referências projetuais e conceituais o desenvolvimento do projeto, atreladas às visitas em locais com uso e funcionalidade semelhantes do espaço em evidência. Em face do exposto, a proposta projetual evoluiu por parte de observações práticas das condicionantes legais, ambientais e físicas do entorno e localização do estudo, contando com a determinação do programa e seus fluxos para atender a demanda do equipamento. Para então, ser traçado o conceito e partido do projeto arquitetônico e posteriormente a solução formal e espacial coerente e adequada com o uso em questão.
Abstract: The advances in the Brazilian Social Assistance policy are notorious, especially in regards of the defense of children and teenagers in socially vulnerable situations, increasingly searching for a positive reintegration of the person in the society. Faced with several inclusive policies, the Institutional Children’s Home is a progress made over the years, which aims for the return of the child to its original community bond, reintegrating the young people into society. The growth of the child population living in the streets of Brazil is noteworthy, characterizing a serious social problem for the society and its managers regarding the Right to the City. Therefore, a resolution was launched in 2016 creating a new classification of the Institutional Home specifically for children living in streets, called Joint Resolution CNAS/CONANDA Nº 1. This situation boosted the purpose of this project, taking into consideration the unsatisfactory and inadequate conditions of the spaces in general, where the institutional care is inserted, in most cases houses adapted for this purpose, jeopardizing the use of the institution's uses. Under these circumstances, it is proposed an architecture technical design of an Institutional Children’s Home in a “Casa-Lar” type, a category that stands out in the attempt to recreate a family routine in its interior, aiming to provide decent living conditions and development for its users. Accordingly, the goal is to create a space with a playful and facilitating character for the child's growth, using concepts of Environmental Psychology and Spatial Perception together with certain elements of the conceptualization of Sensory Architecture. The research took place through studies of theoretical and empirical background, supported by project and conceptual references for the development of the project, linked to visits in places with similar use and functionality of the space in evidence. At this stage, the project proposal evolved from practical observations of the legal, environmental and physical conditions surrounding the study location, relying on the determination of the program and flows to meet the equipment demand. For then, the concept and environment of the architectural project were traced and later the formal and spatial solution coherent and appropriate with the use in question.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10597
Other Identifiers: 2015038984
Appears in Collections:Arquitetura e Urbanismo



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons