Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10584
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAraújo, Bianca Carla Dantas de-
dc.contributor.authorGalvão, Letícia Cardoso-
dc.date.accessioned2020-05-14T03:34:36Z-
dc.date.available2020-05-14T03:34:36Z-
dc.date.issued2019-11-28-
dc.identifier2014086305pt_BR
dc.identifier.citationGALVÃO, Letícia Cardoso. Avaliação de paisagem sonora em franja litorânea no bairro de Ponta Negra na cidade de Natal/RN. 2019. 105f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Arquitetura e Urbanismo) - Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10584-
dc.description.abstractWith the growth of large cities, the levels of the various categories of pollution also rise, and currently the second largest environmental problem faced is noise pollution. This issue has a considerable impact on the health of the world population, both on hearing and non-hearing health, varying with the time of exposure to noise and the intensity of sound pressure level found in environments. The universe of study in question refers to a coastal stretch of Ponta Negra neighborhood in the city of Natal / RN. This area is considered tourist, it is a Special Zone of Tourist Interest (ZET); has land-use diversity; It has in its context the strong relationship between the city and the sea; It also the largest neighborhood in terms of number of acoustic complaints in its South Administrative Region. This set of characteristics give the zone a noisy character, and from the dynamics of use and appropriations of urban space, the perception of users of the location and the sound map of the city of Natal, seek to understand the sound landscape of such a universe of study. Questioning how acoustics influence the use of urban space in order to corroborate proposals for acoustic design guidelines in urban planning, given the few attention received in city studies to sound aspects. Thus, according to the quantitative and qualitative aspects analyzed in the studied spatial cut, it is verified that the greater the urbanization and the variety of perceived sounds, the easier the sound point of a given place can be overlapped. Thus, it is understood that in this space there are two types of soundscapes, one that originates from the sound of the sea and another that is formed from traffic noise. However, as the tourist character of the universe of study is related to Ponta Negra Beach, most of the dynamics that happen in the place refer to the sea and this is reflected in the sound environment. Being, in this sense, the sound of the sea the main soundmark of the spacial cut, possibly also from the neighborhood and even from the city of Natal.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectPaisagem sonora - Monografiapt_BR
dc.subjectEspaço urbano - Monografiapt_BR
dc.subjectMapeamento sonoro - Monografiapt_BR
dc.subjectPoluição sonora - Monografiapt_BR
dc.subjectAcústica urbana - Monografiapt_BR
dc.titleAvaliação de paisagem sonora em franja litorânea no bairro de Ponta Negra na cidade de Natal/RNpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.advisor-co1Ruth Maria da Costa Ataídept_BR
dc.contributor.referees1Elali, Gleice Virgínia Medeiros de Azambuja-
dc.contributor.referees2Brasileiro, Tamáris da Costa-
dc.description.resumoCom o crescimento das grandes cidades, os níveis das variadas categorias de poluição também se elevam, e atualmente o segundo maior problema ambiental enfrentado é a poluição sonora. Essa questão causa considerável impacto na saúde da população mundial, tanto na saúde auditiva quanto na não-auditiva, variando com o tempo de exposição ao ruído e com a intensidade do nível de pressão sonora encontrado nos ambientes. O universo de estudo em questão refere-se a um trecho litorâneo do bairro de Ponta Negra na cidade de Natal/RN. Tal área é considerada turística, se trata de uma Zona Especial de Interesse Turístico (ZET); possui diversidade do uso do solo; tem em seu contexto a forte relação entre a cidade e o mar; e ainda é considerado o bairro com o maior número de denúncias acústicas na Região Administrativa Sul. Este conjunto de características conferem à zona um caráter ruidoso, e a partir das dinâmicas de uso e apropriações do espaço urbano, da percepção dos usuários do local e do mapa sonoro da cidade de Natal, busca-se compreender a paisagem sonora de tal universo de estudo. Questionando-se como a acústica influencia na utilização do espaço urbano, a fim de corroborar com propostas de diretrizes acústicas de planejamento urbano, tendo em vista a pouca atenção recebida nos estudos das cidades aos aspectos sonoros. Deste modo, de acordo com os aspectos quantitativos e qualitativos analisados no recorte espacial estudado, se verifica que quanto maior a urbanização e a variedade de sons percebidos, mais facilmente o marco sonoro de um determinado local pode ser sobreposto. Assim, entende-se que nesse espaço existem dois tipos de paisagens sonoras, uma que se origina do som do mar e outra que se forma a partir do ruído de tráfego. Porém, como o caráter turístico do universo de estudo se relaciona à Praia de Ponta Negra, a maior parte das dinâmicas que acontecem no local se referem ao mar, e isso se reflete no ambiente sonoro. Sendo, nesse sentido, o som do mar o principal marco sonoro do recorte espacial, como possivelmente também do bairro e até da cidade de Natal.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentArquitetura e Urbanismopt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliaçaoPaisagemSonora_Galvao_2019.pdfVolume escrito17,63 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons