Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10536
Title: Influência da intensidade de luz ambiente e das características dos objetos sobre a identificação de alvos naturalísticos por seres humanos dicromatas e tricromatas
Other Titles: The influence of the ambient light intensity and the characteristics of the objects on the identification of naturalistic targets by human dichromat and trichromat.
Authors: Schirmer, Sofia Coradini
Keywords: Visão de cores;Identificação de objetos;Daltonismo
Issue Date: 13-Nov-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SCHIRMER, Sofia Coradini. Influência da intensidade de luz ambiente e das características dos objetos sobre a identificação de alvos naturalísticos por seres humanos dicromatas e tricromatas. 2018. 32 f. Monografia (Graduação em Ciências Biológicas) – Centro de Biociências. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2018.
Portuguese Abstract: A visão de cores se baseia na quantidade de classes de células fotorreceptores e mecanismos neurais para realizar comparações entre as respostas das mesmas. Tamanho, textura, e intensidade de luz ambiente são algumas das variáveis que podem influenciar a detecção de objetos coloridos. Este estudo examinou a influência de pistas cromáticas e acromáticas na detecção de estímulos naturalísticos por seres humanos dicromatas e tricromatas. Os estímulos utilizados consistiam em cubos e esferas de pasta americana que variavam em tamanho e textura; além disso, três diferentes níveis de luminosidade foram utilizados. No total, 23 participantes participaram do experimento e tiveram suas latências de detecção registradas e comparadas por meio de teste estatísticos não paramétricos, Friedman e Mann-Whitney. Todos os participantes melhoraram seu desempenho quando os itens foram agrupados, demonstrando que estímulos que excederam áreas da fóvea foram mais rapidamente detectados, corroborando com outros estudos que avaliaram interação de campo estendido em humanos.
Abstract: Color vision is based on the number of photoreceptor’s cells classes and neural mechanisms to perform comparisons between their responses. Size, texture, and ambient light intensity are some of the variables that can influence the detection of colored objects. This study examined the influence of chromatic and achromatic cues in the detection of naturalistic stimuli by human dichromat and trichromat. The stimuli used consisted of cubes and balls of American paste that varied in size and texture; in addition, three different levels of brightness were used. In total, 23 participants participated in the experiment and had their detection latencies recorded and compared using non-parametric statistical tests, Friedman and Mann-Whitney test. All participants improved their performance when items were grouped, demonstrating that stimuli that exceeded areas of the fovea were more quickly detected, corroborating with other studies that assessed extended field interaction in humans.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10536
Other Identifiers: 2014088014
Appears in Collections:Ciências Biológicas (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia_Sofia_ATUALIZADA_nova.pdfMonografia_Sofia_Coradini749.22 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons