Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10485
Title: O sistema de classificação dos dez grupos de robson como instrumento para analisar as indicações do parto cesárea
Authors: Ribeiro, Natália de Oliveira
Keywords: Saúde Materno-Infantil;Parto obstétrico;Cesárea;Maternal and Child Health;Delivery Obstetric;Cesarean Section
Issue Date: 12-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: RIBEIRO, Natália de Oliveira. O sistema de classificação dos dez grupos de robson como instrumento para analisar as indicações do parto cesárea. Orientadora: Aline Medeiros Cavalcanti da Fonsêca. 2019. 38 f. Monografia (Especialização) - Curso de Residência Multiprofissional em Saúde Materno-infantil, Universidade Federal Rio Grande Norte, Caicó, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: Quando bem indicado, o parto cesárea, contribui para manutenção da saúde da mãe e bebê. No entanto, nas últimas décadas, prevaleceu o entendimento da cesárea como um procedimento inócuo, alcançando níveis injustificáveis, com repercussões maternas e neonatais negativas. Por esse motivo, fica clara a importância da utilização da Classificação dos Dez Grupos de Robson, um sistema padrão para auxiliar no monitoramento das cesáreas. Objetivo: Analisar as indicações de cesáreas com base na Classificação de Robson em uma maternidade de risco habitual. Metodologia: O estudo caracterizou-se por ser do tipo observacional, prospectivo, de abordagem quantitativa. Foram avaliadas mulheres usuárias do Sistema Único de Saúde cujo parto normal ou cesárea ocorreu no Hospital do Seridó. Foram coletados os dados de identificação, sócio-demográficos e o histórico ginecológico e obstétrico, contidos no prontuário, e que foram complementados com a realização de entrevistas com as gestantes. A partir desses dados foi possível classifica-las em um dos grupos da Classificação de Robson. Para realização da análise estatística foi utilizado o software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). Na análise descritiva dos dados quantitativos foram usadas medidas de tendência central (média) e dispersão (desvio padrão) e para os dados categóricos freqüências absolutas e relativas. Resultados: Participaram do estudo 150 mulheres, 71,3% delas foram submetidas a cesárea. Ao analisar a contribuição de cada grupo a partir da Classificação de Robson, o grupo que isoladamente mais contribuiu para a cesárea foi o 5 (37,4%), seguido pelo grupo 1 (28,0%) e grupo 2 (15,9%). Conclusão: O hospital apresenta uma alta taxa de cesariana. Por esse motivo, os resultados devem ser considerados no planejamento de estratégias para alcançar e manter uma frequência de cesárea apropriada.
Abstract: Introduction: When properly indicated, cesarean delivery contributes to maintaining the health of the mother and baby. However, in recent decades, the cesarean section has prevailed as an innocuous procedure, reaching unjustifiable levels, with both maternal and neonatal negative repercussions. For this reason, is clear the importance of using the Robson’s Ten Group Rating, a standard system to assist in monitoring cesarean sections. Objective: To analyze cesarean sections indications based on the Robson’s Classification in a usual risk maternity ward. Methodology: The study was characterized as observational, prospective and quantitative approach. Women from the Unified Health System whose normal or cesarean delivery occurred at the Serido Hospital were evaluated. It was collected identification, socio-demographic, gynecological and obstetric history data, followed by interviews with pregnant women. With these data it was possible to classify them into one of Robson´s groups. Statistical analysis was performed using the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) software. In the descriptive analysis of quantitative data, measures of central tendency (mean) and dispersion (standard deviation) were used as for for the categorical data, absolute and relative frequencies. Results: From 150 women that participated in the study, 71.3% of them underwent cesarean section. When analyzing the contribution of each group based on the Robson’s Classification, the group that most contributed to cesarean section alone was 5 (37.4%), followed by group 1 (28.0%) and group 2 (15.9%). %). Conclusion: The hospital has a high cesarean section rate. For this reason, results should be considered when planning strategies to achieve and maintain an appropriate cesarean section frequency.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10485
Other Identifiers: 20184000700
Appears in Collections:Residência Multiprofissional em Atenção à Saúde Materno-Infantil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Trabalho de Conclusão da Residência.pdf837.6 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons