Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10400
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorKramer, Dany Geraldo-
dc.contributor.authorSilva, Gislanne Stéphanne Estevam da-
dc.date.accessioned2020-01-23T18:32:29Z-
dc.date.available2020-01-23T18:32:29Z-
dc.date.issued2019-12-04-
dc.identifier20155134233pt_BR
dc.identifier.citationSILVA, Gislanne Stéphanne Estevam da. Análise das propriedades antimicrobianas de nanopartículas de prata rubra frente a duas bactérias gram-negativas. 2019. 23f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10400-
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectNanopartículaspt_BR
dc.subjectPratapt_BR
dc.subjectAntibacterianopt_BR
dc.titleAnálise das propriedades antimicrobianas de nanopartículas de prata rubra frente a duas bactérias Gram-negativaspt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.advisor-co1José Heriberto Oliveira do Nascimentopt_BR
dc.description.resumoOs nanomateriais podem desempenhar um papel importante nas aplicações antibacterianas, como a incorporação de nanopartículas de prata (AgNPs) em tecidos da área médica, podendo contribuir para contornar bactérias resistentes a antibióticos como a Klebsiella spp e Escherichia coli, que pode acarretar infecções oportunistas em mucosas e pele. Este estudo objetivou sintetizar nanopartículas de prata e sua incorporação em tecido de algodão para testes frente à Klebsiella spp e Escherichia coli. A síntese da solução coloidal de AgNP rubra foi realizada utilizando-se AgNO3 (0,1 mM); citrato trissódico (100 mM), polivinilpirrolidona (0,24 g) e peróxido de hidrogênio. A partir desta solução, o tecido de algodão previamente tratado com cloreto de polidialildimetilamônio (PDDA) foi impregnado (relação tecido solução 100/500, agitadas por 30 minutos). O material produzido foi analisado por FTIR; DLS e Espectroscopia de Reflectância. A atividade antimicrobiana foi realizada pela técnica de microdiluição frente à Klebsiella spp e Escherichia coli, em tubos estéreis contendo BHI, sendo acrescida solução de prata (1); Tecido contendo AgNP - 4 mm (2); Controle negativo (3) e Controle positivo - ceftriaxona (4). No teste qualitativo observou-se atividade antibacteriana pelo tecido impregnado com a AgNP e a solução inicial. As partículas de AgNP obtiveram tamanho médio de 24,75 nm e o tecido impregnado com AgNP registrou junto absorção UV-Visível, maior itensidade entre 450 - 500 nm. As AgNPs sintetizadas demonstram excelente atividade antimicrobiana frente a Klebsiella spp e Escherichia coli, apresentando papel importante em aplicações vinculadas destas nanotecnologia e nanomedicina, com alternativa a bactérias multirresistentes a antibióticos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEnfermagempt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:FACISA - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Analisedaspropriedades_Silva_2019.pdf
Restricted Access Until 2023-01-22
O trabalho será publicado na Revista Científica da FASF, Faculdade Sul Fluminense.
Artigo814.43 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons