Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10338
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarbosa, Alexandro-
dc.contributor.authorLins, Daniel Coutinho-
dc.date.accessioned2019-12-27T15:55:44Z-
dc.date.available2019-12-27T15:55:44Z-
dc.date.issued2019-12-04-
dc.identifier201038095pt_BR
dc.identifier.citationLINS, Daniel Coutinho. Ciclos eleitorais e a eficiência dinâmica dos gastos de exploração das autarquias municipais de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Brasil. 2019. 68f. Monografia (Graduação) - Curso de Ciências Contábeis, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10338-
dc.description.abstractThis study has the objective to detect the association between electoral cycles and dynamic efficiency of exploration spending of municipal water supply and sanitary sewage authorities in Brazil from 2011 to 2017. Therefore, the work applies the Data Envelopment Analysis - DEA technique in its time series model called Dynamic Slack Based Model (DSBM) in order to find samples shown as autarchies that are optimizing their resources. Also use the explanatory model Generalized Estimation Equation - GEE to explain an existing relationship between market, economic, political and environmental variables with efficiency scores calculated via DSBM. Therefore, the economic efficiency level was measured or applied with a set composed of 216 municipal water and sewage municipalities. The results revealed that the performance of Brazilian municipal authorities averages 65.02% for all panel years and is signaling test gains, as of 2017, the highest average efficiency score (66.92%). It was also found that only 2.31% of the studied municipalities presented excellent efficiency score composing an efficiency frontier, while 97.69% presented scores classified with some level of inefficiency. In the explanatory model, data revealed in municipal or state election years, such as water supply and sewage auto parts, are lower efficiencies, with an average economic reduction of 1.79% in the statistical years and average economy of. 2.41% in the years of municipal elections.pt_BR
dc.description.sponsorshipSAAE - SÃO GONÇALO DO AMARANTEpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsCC0 1.0 Universal*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/publicdomain/zero/1.0/*
dc.subjectAbastecimento de água. Esgotamento sanitário. GEE. DSBM. Ciclos eleitorais.pt_BR
dc.subjectWater Supply. Sanitary sewage. GEE. DSBM. Electoral cycles.pt_BR
dc.titleCiclos eleitorais e a eficiência dinâmica dos gastos de exploração das autarquias municipais de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Brasilpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Barbosa, Alexandro-
dc.contributor.referees2Araújo, Ronaldo José Rêgo de-
dc.description.resumoO presente estudo tem como objetivo verificar a associação entre os ciclos eleitorais e a eficiência dinâmica dos gastos de exploração das autarquias municipais de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Brasil no período de 2011 a 2017. Sendo assim, o trabalho aplica a técnica Data Envelopment Analysis – DEA em seu modelo em séries temporais denominado de Dynamic Slack Based Model – DSBM, com o intuito de encontrar evidências que mostrem se as autarquias estão otimizando os seus recursos. Utiliza também o modelo explicativo Generalized Estimating Equation – GEE para explicar a relação existente entre as variáveis de mercado, econômicas, políticas, e ambientais com os escores de eficiência calculados via DSBM. Dessa forma, foi mensurado o nível de eficiência dinâmica intertemporal com aplicação em um conjunto composto por 216 autarquias municipais de água e esgoto. Os resultados revelaram que a eficiência das autarquias municipais brasileiras é, em média, 65,02% para todos os anos do painel e está sinalizando ganhos de produtividade, pois no ano 2017 obteve o maior escore médio de eficiência (66,92%). Também foi constatado que apenas 2,31% das autarquias estudadas apresentaram escore de eficiência excelente compondo a fronteira de eficiência, enquanto os demais 97,69% apresentaram escores classificados com algum nível de ineficiência. No modelo explicativo, os dados revelaram que, em anos eleitorais municipais ou presidenciais, as autarquias de abastecimento de água e esgotamento sanitário apresentam menores eficiências, sendo a redução média de eficiência na ordem de 1,79% nos anos de eleições presidenciais e redução média de 2,41% nos anos de eleições municipais.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCiências contábeispt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.subject.cnpq6.02.04.00-1 Ciências Contábeispt_BR
dc.contributor.referees3Souza, Marcel Chacon de-
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CiclosEleitorais_Lins_20191.74 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons