Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10329
Title: O aleitamento materno na percepção de gestantes e puérperas assistidas pela estratégia saúde da família de um município do interior do Rio Grande do Norte
Authors: Lima, Ana Karolina Oliveira Laurentino de
Keywords: Aleitamento Materno;Saúde Materno-infantil;Desmame;Autonomia pessoal
Issue Date: 3-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIMA, Ana Karolina Oliveira Laurentino de. O aleitamento materno na percepção de gestantes e puérperas assistidas pela estratégia saúde da família de um município do interior do Rio Grande do Norte. 2019. 62f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2019.
Portuguese Abstract: O Aleitamento Materno (AM) é considerado um fator de grande relevância à saúde, não só ao bebê, mas também para a mãe, família e sociedade. Apesar dos seus inúmeros benefícios, o desmame precoce continua sendo um desafio para a saúde pública bastante comum em nosso cotidiano. O presente estudo tem o objetivo de analisar a percepção de gestantes e puérperas, a respeito das experiências por elas vivenciadas em meio ao processo do AM, do período gestacional ao puerperal. Trata-se de um estudo descritivo de abordagem qualitativa, que foi desenvolvido no município de Campo Redondo do estado do Rio Grande do Norte. Os participantes corresponderam as gestantes e puérperas assistidas por três equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF). Foi utilizada como técnica de pesquisa a entrevista semiestruturada e os dados foram analisados quanto ao conteúdo. O projeto de pesquisa foi encaminhado ao Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (FACISA) de acordo com a Resolução 466/2012, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e só após a aprovação foi realizado o estudo supracitado. Foram entrevistadas 10 mulheres com idades entre 18 e 35 anos, as quais residem com companheiro, filhos e/ou outro familiar, declararam renda familiar inferior a dois salários mínimos, executam tarefas em âmbito doméstico e serviços autônomos em seus próprios domicílios para complementar a renda familiar e em relação ao nível de escolaridade das mesmas, predominou o ensino médio completo. A grande maioria das entrevistadas demonstrou uma compreensão ainda muito restrita sobre a temática, enfatizando apenas os benefícios que o AM propicia à criança. O processo gravídico-puerperal às proporcionou uma experiência marcada por sentimentos positivos, decorrentes do vínculo emocional estabelecido entre mãe e filho, mas também negativos em virtude das dificuldades encontradas em meio a esse processo, as quais podem interferir no tempo de duração do AM. O apoio de familiares, amigos e profissionais de saúde, somados ao empenho próprio da genitora em amamentar, são de suma importância, para o enfrentamento dos desafios relativos a esse processo e evitando, consequentemente o desmame precoce.
Abstract: Breastfeeding (BF) is considered a factor of great relevance to health, not only to the baby, but also to the mother, family and society. Despite its many benefits, early weaning remains a common public health challenge in our daily lives. This study aims to analyze the perception of pregnant women and postpartum women, regarding their experiences in the process of breastfeeding, from gestational to puerperal period. This is a descriptive study of qualitative approach, which was developed in the city of Campo Redondo of the state of Rio Grande do Norte. Participants corresponded to pregnant women and postpartum women assisted by three teams of the Family Health Strategy (FHS). Semi-structured interviews were used as research technique and data were analyzed for content. The research project was submitted to the Research Ethics Committee (CEP) of the Trairi Health Sciences Faculty (FACISA) according to Resolution 466/2012 of the Federal University of Rio Grande do Norte and only after the approval was made. the above study. We interviewed 10 women aged 18 to 35 years old, who live with a partner, children and / or other family member, reported a family income of less than two minimum wages, perform domestic tasks and self-employed services in their own homes to supplement their income. relative to their level of education, complete high school predominated. The vast majority of respondents demonstrated a still very limited understanding of the theme, emphasizing only the benefits that breastfeeding provides to the child. The pregnancy-puerperal process provided them with an experience marked by positive feelings, resulting from the emotional bond established between mother and child, but also negative due to the difficulties encountered in the midst of this process, which may interfere with the duration of breastfeeding. The support of family, friends and health professionals, added to the parent's own commitment to breastfeeding, are of paramount importance in facing the challenges related to this process and, consequently, avoiding early weaning.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10329
Other Identifiers: 20155136004
Appears in Collections:FACISA - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Oaleitamentomaterno_Lima_2019.pdf
Restricted Access Until 2022-12-03
1.24 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons