Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10179
Title: Itinerário terapêutico das pessoas com doença falciforme na Rede SUS do Estado do Rio Grande do Norte
Other Titles: Therapeutic itinerary of people with sickle disease in SUS network of Rio Grande do Norte State
Authors: Batista, Maria Yadja de Oliveira
Keywords: Anemia falciforme;Sistema Único de Saúde;Política de Saúde;Sickle cell anemia;Health Unic System;Health Policy
Issue Date: 29-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BATISTA, Maria Yadja de Oliveira. Itinerário terapêutico das pessoas com doença falciforme na Rede SUS do Estado do Rio Grande do Norte. 2019. 33f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fonoaudiologia) - Departamento de Fonoaudiologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A doença falciforme faz parte do grupo de hemoglobinopatias e é considerada a doença hereditária mais comum no Brasil. Sua incidência na população brasileira não ocorre apenas na população de origem, a negra, mas em todas as raças do país devido à miscigenação. Essa pesquisa buscou delinear o itinerário terapêutico destes pacientes com doença falciforme na Rede SUS do Estado do Rio Grande no Norte, visando encontrar suas principais dificuldades com relação ao atendimento e ao desconhecimento acerca da doença pelos profissionais de saúde. Para tanto, foi utilizado o método do grupo focal com seis pessoas que participavam da Associação de Pessoas Portadoras de Anemia Falciforme do Rio Grande do Norte. Para a análise dos resultados, utilizou-se a técnica da análise de conteúdo, resultando em três categorias temáticas: Diagnóstico e convívio com a doença falciforme; Invisibilidade da doença pela Rede de Atenção à Saúde; Ausência de uma linha de cuidado; e Valorização do movimento social. Observou-se que não existe uma linha de cuidado para os pacientes no Estado, tornando a assistência à saúde inferior ao garantido por Lei. Esses resultados, comprovam que a Rede SUS do Estado deveria promover melhorias ao acesso desta população visando a melhor qualidade de vida.
Abstract: Sickle cell disease is part of the hemoglobinopathies group and is considered the most common hereditary disease in Brazil. Its incidence in the Brazilian population occurs not only in the population of origin, the black, but in all races of the country due to miscegenation. This research aimed to delineate the therapeutic itinerary of these patients with sickle cell disease in the SUS Network of the State of Rio Grande in the North, aiming to find their main difficulties regarding the care and the lack of knowledge about the disease by health professionals. For this, we used the focus group method with six people who participated in the Association of People with Sickle Cell Anemia in Rio Grande do Norte. For the analysis of the results, we used the content analysis technique, resulting in three thematic categories: Diagnosis and living with sickle cell disease; Invisibility of the disease by the Health Care Network; Absence of a caution line; and Appreciation of the social movement. It was observed that there is no line of care for patients in the state, making health care less than guaranteed by law. These results prove that the State SUS Network should promote improvements to the access of this population aiming at a better quality of life.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10179
Other Identifiers: 20160139491
Appears in Collections:Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ItinerárioTerapêuticodaspessoascomdoença_Batista_2019.pdf
Restricted Access Until 2020-12-12
Este trabalho de conclusão de curso foi formatado como artigo científico e será submetido para análise da revista "Saúde em Debate". Portanto, solicitamos a divulgação do mesmo apenas após publicação na referida revista.
Texto Completo755.31 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons