Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10156
Title: Avaliação da resistência ao cisalhamento de bráquetes metálicos colados com diferentes adesivos em superfícies de esmalte dentário e resina composta
Other Titles: Shear bond strength of orthodontic brackets to dental enamel and composite resin using different adhesives.
Authors: Melo, Natália Zanin Perelmuter de
Keywords: Bráquetes Ortodônticos;Resistência ao Cisalhamento;Ortodontia Corretiva;Adesivos Dentinários.
Issue Date: 20-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MELO, Natália Zanin Perelmuter de. Avaliação da resistência ao cisalhamento de bráquetes metálicos colados com diferentes adesivos em superfícies de esmalte dentário e resina composta. 2019. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) – Departamento de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: Os pacientes atingem a idade adulta com menor número de dentes perdidos, entretanto com mais elementos restaurados. Esse fato representa um desafio para ortodontia no que diz respeito a adesão de bráquetes as diferentes superfícies dos matérias restauradores. Objetivo: Comparar a resistência de união ao cisalhamento de bráquetes metálicos ortodônticos colados sobre a superfície de resina composta e esmalte dentário usando três diferentes adesivos. Metodologia: Foram confeccionados 100 corpos de prova (40 de esmalte dentário bovino e 60 de resina composta), divididos em dez grupos experimentais (n=10). O tratamento da superfície dos grupos variou entre condicionamento com ácido fosfórico a 35% (Ultratech®, Ultradent, South Jordan, Utah, Estados Unidos); asperização com ponta diamantada previamente ao condicionamento, e sem condicionamento prévio). Três diferentes sistemas adesivos foram testados: 1) Transbond XT®, 2) Single Bond Universal®, e 3) Assure Plus®. Para a colagem, a resina ortodôntica Transbond XT foi utilizada para todos os grupos. O teste de resistência ao cisalhamento foi realizado. Os dados foram analisados por meio do teste ANOVA one way para as superfícies de esmalte e ANOVA two way para as resinas compostas. As falhas de união foram classificadas por escores de acordo com o Índice Remanescente Adesivo (IRA) e analisadas descritivamente. Resultados: Todos os protocolos empregados apresentaram resistência de união ao cisalhamento aceitáveis, não apresentando diferença estatisticamente significativa entre os adesivos, quando colados em esmalte dentário (p=0,807) e em resina composta (p=0,665). Porém, o tratamento de superfície, com asperização, apresentou aumento na resistência ao cisalhamento estatisticamente significativo (p=0,0013). Em relação ao IRA, o escore 2 foi o mais observado, seguido do escore 3. Conclusão: Os adesivos avaliados apresentam satisfatória resistência de união tanto para a superfície de esmalte dentário como para a resina composta.
Abstract: Introduction: Patients reach adulthood with fewer missing teeth, but with more restored elements. This represents a challenge for orthodontics regarding the brackets adhesion to different surfaces of restorative materials. Objectives: To compare the shear bond strength of orthodontic metal brackets on the surface of composite resin and dental enamel using tree types of adhesives. Methodology: 100 specimens were made (40 of bovine dental enamel and 60 of composite resin), divided into ten experimental groups (n = 10). Surface treatment varied between conditioning groups with 35% phosphoric acid (Ultratech®, Ultradent, South Jordan, Utah, United States); roughening with diamond tip after conditioningand without prior conditioning. Three different adhesive systems were tested: 1) Transbond XT®, 2) Single Bond Universal® and Assure Plus®. For bonding, a Transbond XT orthodontic resin was used for all groups. The shear strength test was performed. Data were analyzed through one-way ANOVA tests for dental enamel surfaces and two-way ANOVA for resin surface. Bonding failures were classified by scores according to Adhesive Remnant Index (ARI) and descriptive analysis. Results: All protocols used presented acceptable bond strength, although there was not statistically significant difference for the surface of the enamel (p = 0.807) and the composite resin (p = 0.665) for the different adhesives. However, surface treatment, with pre-acid asperity, increases statistically significant shear strength (p = 0.0013). Regarding to ARI, score 2 was more observed, followed by score 3. Conclusion: Adhesives have satisfactory shear bond on both the surface of the dental enamel and composite resin.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10156
Other Identifiers: 20150119350
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - Completo para Repositório.pdf539.18 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons